Everton: O outro time de Liverpool

O futebol é realmente o negócio mais legal do mundo. O jovem Wayne Rooney, de apenas 16 anos, acaba de ser erguido ao posto de novo fenômeno pop na Inglaterra. A década de 90 levou embora os ídolos da música pop, e emergiram ao estrelato os grandes jogadores de futebol. São eles que movimentam milhões de dólares anuais e geram receita não só para a indústria esportiva, como também para a do entretenimento, comunicações, etc.

O atacante Rooney, do Everton, já é chamado de 'Roonaldo' pela reconhecidamente sensacionalista imprensa inglesa. De acordo com eles, nosso 'fenômeno' que se cuide e trate de fazer jus ao investimento do Real Madrid para não ser ofuscado por Rooney que, se confirmar a fama, será a nova sensação, febre, furor, ou o que mais se queiram dizer do menino de Liverpool.

A cidade de Liverpool, conhecida mundialmente por seus quatro fabulosos garotos, volta agora à berlinda. Croxteh, bairro onde o novo 'prodígio' mora humildemente com sua família, é aterrorizada por uma gangue de jovens que se divertem praticando pequenos furtos e outras confusões. Rooney faz parte de uma família que torce pelo Everton há três gerações e, antes de marcar presença nos gramados, torcia pelo time das arquibancadas.

O jogador, que já era apontado pelos especialistas como um dos mais promissores na Inglaterra, saltou para a fama ao marcar um golaço de fora da área contra o Arsenal, acabando com uma invencibilidade de 30 jogos do time de Londres. O feito foi reprisado em exaustão pelas TVs européias, e aí começou a 'Rooneymania'.

Um time com muita história

Fundado há 124 anos, o Everton Football Club surgiu a partir da St. Domingo School, que criou seu time de futebol com o mesmo nome. Somente em 1879 o Everton ganhou a denominação pela qual é hoje conhecido. Apesar do nome, a equipe nunca jogou no bairro de Everton, tendo seu estádio sempre em outras áreas de Liverpool.

Seu primeiro jogo foi um arrasador 6 a 0 contra o St Peter’s, já com seu tradicional uniforme azul, no antigo estádio de Stanley Park. Só em 1892 a equipe mudou-se para o atual estádio, Goodison Park. Com capacidade para 40 mil pessoas, o Goodison é a sede oficial do Everton. Por seu gramado já desfilaram nomes como Southall, Stevens, Van den Hauwe, Ratcliffe, Mountfield, Reid, Steven, Gray, Sharp, Bracewell e Sheedy.

Embora hoje seja menos conhecido, o Everton é mais antigo que seu grande rival, o Liverpool (fundado em 1890). Em 1888, o time azul foi uma das 12 equipes a participar da temporada inaugural da Liga Inglesa. Três anos mais tarde, o Everton levantaria seu primeiro título. Seguiu na primeira divisão por mais de 30 anos, período no qual foi campeão outras duas vezes. Após uma 'derrapada' para a segunda divisão em 1930, o time voltou à elite com força, sagrando-se campeão em 1932 e 1939.

No início da década de 1950, veio um novo rebaixamento, com os 'Toffees' passando três anos na segundona. Em 1954, a equipe retornou à primeira divisão, onde se mantém até hoje – só o Arsenal está há mais tempo na elite inglesa sem cair.

Em meados da década de 80, o Everton conheceu seu último período de prosperidade nos gramados. O auge se deu em 1985, quando a equipe venceu o campeonato inglês e ainda a Recopa européia. Depois iniciou-se uma lenta decadência, e hoje a equipe mal consegue manter-se no bloco intermediário da tabela.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo