Champions LeagueSem categoria

Depois do Sevilla, Leicester quer ponto de virada na Premier League, o “pão com manteiga”

Os ingleses usam uma palavra muito interessante quando um time domina o adversário, jogando muito mais que ele: “outplay”. Em uma tradução livre, podemos interpretar a palavra como “deixar fora do jogo”. Foi o que o Sevilla fez, na maior parte do jogo, com o Leicester na quarta-feira, no jogo de ida das oitavas de final da Champions League. Só que os ingleses saíram do estádio Ramón Sánchez Pizjuan com esperanças. Foi principalmente pelo gol de Vardy, que diminuiu o placar para 2 a 1, mas também por tudo mais que o time apresentou: um desempenho melhor. E coração. Muito coração, nas palavras do seu técnico, Claudio Ranieri.

LEIA MAIS:
– Vardy trouxe vida ao Leicester em meio a uma grande seca de gols
– Sevilla martelou e pressionou, mas Leicester conseguiu manter-se vivo

“Nós sabíamos que eles eram melhores que nós, eles tiveram mais qualidade na posse de bola. Nós sofremos. Eles mostraram sua qualidade, mas nós mostramos nosso coração. Nós mostramos que acreditamos e nunca desistimos. Isso me satisfaz”, declarou Ranieri após o jogo do Leicester, na quarta. “Nós mostramos luta”, disse Ranieri em entrevista à rádio BBC 5. “Quando jogamos com caráter, a sorte vem para o nosso lado”.

“No fim, se nós estivéssemos mais calmos no contra-ataque, nós podíamos ter feito mais. Foi muito importante os enfrentarmos e todo resultado ainda está aberto. A qualidade deles é muito alta e quando você comete um erro, o adversário marca gols”, analisou ainda Ranieri. “Kasper Schmeichel e todo mundo fez um bom jogo. Kasper defendeu o pênalti e deu muito apoio aos seus defensores. Para nós, é importante continuar a mostrar o nosso desempenho e o nosso futebol”.

Vardy, o autor do gol do Leicester que manteve a chama da esperança acesa, balançou a rede em uma temporada de poucos gols. Cinco gols até aqui. Só que este, certamente, foi o mais importante. “O artilheiro precisa marcar, precisa ganhar confiança”, afirmou o treinador. “Este gol reabriu a nossa confiança”.

“Nós chegamos ao vestiário e eu sei que nós perdemos, mas eu senti aquela energia de novo dos rapazes e aquela união”, afirmou Danny Simpson, lateral do Leicester. “Eu realmente espero que isso possa nos dar um salto na liga. Eu sei que a Champions League é uma grande competição, mas a Premier League é o pão com manteiga e nós temos o Liverpool na próxima rodada, que é um jogo enorme”.

Uma curiosidade foi o canto da torcida do Leicester no estádio da Andaluzia: “Campeões da Inglaterra, vocês nunca irão cantar isso”. O tradicional humor inglês. Veremos se o time consegue um ponto de virada para a temporada, que vem sendo fraca até aqui. No dia 14 de março, o Leicester enfrenta de novo o Sevilla e terá toda a esperança de passar às quartas de final, o que já seria um enorme feito.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo