Dagoberto, Lenny, Cleiton Xavier

Não deveria surpreender ninguém se o sonolento clássico contra o Palmeiras fosse a última partida de Dagoberto pelo São Paulo. O Tricolor poderia vendê-lo ao Zararagoza, ou ao Murcia, por US$ 200 mil, e sairia no lucro. Se o Palmeiras incluísse Lenny no pacote pelo mesmo valor, lucro em dobro.

Dagoberto nunca será o que se achou que seria. É mascarado, desinteressado e, se um dia teve a habilidade que achávamos que ele tinha, esta ficou em alguma contusão. Lenny pelo menos demonstra vontade, mas seu futebol pára no mesmo patamar.

Não sei por que incluí Cleiton Xavier na lista, afinal só os palmeirenses mais fanáticos – e inexperientes – algum dia acreditaram nas primeiras boas atuações.

Não só por esses três, um clássico chato e sem graça. Assim como têm sido todos os clássicos paulistas que não valem nada.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo