Champions LeagueSem categoria

CSKA arranca empate no último lance e pressiona Real Madrid

O Real Madrid sofreu com o frio de cinco graus negativos e a ameaça de neve em Moscou. No entanto, pior que as condições climáticas no estádio Luzhniki foi o empate sofrido contra o CSKA Moscou, no primeiro jogo pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Longe de exibir um futebol ofensivo, os merengues sofreram um gol no último minuto, que garantiu aos russos a igualdade por 1 a 1 e que dificulta a vida de José Mourinho para a volta.

A partida começou bastante disputada. O Real Madrid tentava trabalhar um pouco mais a bola, enquanto o CSKA apertava a marcação e tentava sair em velocidade. Os russos tiveram boa oportunidade de gol aos seis minutos. Georgy Schennikov chegou até a linha de fundo e cruzou para Alan Dzagoev, que mandou a bola para fora.

Já a primeira finalização dos merengues aconteceu aos 14 minutos, com Karim Benzema. O francês mandou longe do gol e ainda lesionou a virilha no lance, dando lugar a Gonzalo Higuaín. Em seu primeiro lance, o argentino deu trabalho para o goleiro Sergey Chepchugov, que espalmou chute da meia-lua. Sami Khedira teve a chance de marcar no rebote, mas o arqueiro se recuperou a tempo e salvou, rebatendo para escanteio.

Um pouco mais solto em campo, o Real Madrid marcou o primeiro gol aos 27 minutos. Após cruzamento da esquerda, Tosic cortou mal e a bola sobrou limpa para Cristiano Ronaldo. O camisa 7 bateu de primeira e a bola passou por baixo de Chepchugov antes de morrer nas redes. O primeiro tempo seguiu a seu fim com muita intensidade no meio de campo, ainda que nenhum dos clubes tivesse chances de marcar.

Já na segunda etapa, os blancos passaram a achar mais espaços na defesa do CSKA. Aos cinco minutos, Cristiano Ronaldo enfiou bola na medida para José Callejón e, de cara para o gol, o meia pegou mal na bola. No minuto seguinte, o camisa 21 ainda teria outro bom lance dentro da área e acabou chutando em cima de Chepchugov. Enquanto isso, os russos não conseguiam passar pela forte marcação do Real Madrid.  Aos 17, Ahmed Musa testou da entrada da área, mas Iker Casillas segurou a bola sem maiores problemas.

Kaká recebeu sua chance em campo apenas aos 29 minutos. E, coincidentemente, os espanhóis quase ampliaram a diferença no lance seguinte, em cabeçada de Sergio Ramos que Chepchugov encaixou sobre a linha. Na sequência, foi a vez de Cristiano Ronaldo receber livre dentro da área e o goleiro sair em seus pés, dando um tapa na bola em direção à linha de fundo.

Diante da solidez defensiva dos visitantes, o CSKA se lançou ao ataque colocando Tomas Necid, enquanto Mourinho fechou seu time ainda mais quando sacou Mesut Özil, dando vez a Raúl Albiol. Ainda assim, foi o Real Madrid quem quase marcou o segundo aos 38, com Cristiano Ronaldo mandando a bola para fora após receber livre dentro da área.

A pressão dos russos, por fim, deu resultado apenas no segundo minutos dos acréscimos, com o gol de empate de Pontus Wernbloom. Coentrão tocou a bola com a mão na intermediária. Em bola alçada na área por Dzagoev, Vasili Berezutsky desviou de cabeça e o meio-campista soltou a bomba da linha da pequena área para marcar. Agora o Real Madrid depende da vitória ou do empate por 0 a 0 para passar de fase, em jogo que acontece no dia 14 de março no Santiago Bernabéu.

Ficha técnica

CSKA Moscou 1×1 Real Madrid

Local: estádio Luzhniki, em Moscou (RUS)
Data: 21/fev, terça-feira
Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL)
Gol: Cristiano Ronaldo, aos 27’/1T; Pontus Wernbloom, aos 48’/2T
Cartões Amarelos:  Pontus Wernbloom (CSKA); Xabi Alonso, Fábio Coentrão e Sergio Ramos (Real Madrid)

CSKA Moscou
Sergey Chepchugov, Alexei Berezutski, Sergei Ignashevich, Vasili Berezutski e Georgy Schnnikov; Pontus Wernbloom e Yevgeny Aldonin (Keisuke Honda, aos 22’/2T); Zoran Tosic (Tomas Necid, aos 36/2T), Alan Dzagoev e Ahmed Musa (Sekou Oliseh, aos 19/2T); Seydou Doumbia. Técnico: Leonid Slutsky.

Real Madrid
Iker Casillas, Álvaro Arbeloa, Sergio Ramos, Pepe e Fábio Coentrão; Sami Khedira e Xabi Alonso; José Callejón (Kaká, aos 29/2T), Mesut Özil (Raul Albiol, aos 39’/2T) e Cristiano Ronaldo; Karim Benzema (Gonzalo Higuaín, aos 14’/1T). Técnico: José Mourinho.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo