Coisas mais chocantes que lemos hoje

Discursos motivacionais deveriam ficar no vestiário (a não ser que sejam do Al Pacino)

No Esporte Fino, Luiz Augusto Lima fala sobre os discursos motivacionais, que passaram a ser divulgados pelos próprios clubes. O texto questiona se isso não leva a tirar um pouco da legitimidade desses discursos, afinal, se os jogadores sabem que a câmera está ligada, isso não muda o comportamento?

CFR Cluj perde 24 pontos por dívidas com ex-jogadores e corre risco de extinção

No blog O Craiovano, especializado em futebol romeno (sim, isso mesmo), um pouco mais de detalhamento sobre a crise que atinge o Cluj, um dos clubes mais famosos e vencedores do país.

Racha no Corinthians limitou reforços. Veja quem manda e quem se odeia hoje

Dassler Marques, que sempre aparece por aqui, assina esta matéria no UOL que conta como o racha na própria situação do Corinthians travou a negociação de alguns jogadores. Aqueles que estão no comando atualmente e os que são favoritos a entrar discordam da política de contratação.

Há 90 anos, nascia uma lenda: o jogador número 12

No blog Republica de La Boca, no ESPN FC, Allan Amarelo conta a história de como surgiu a lenda do Jogador Número 12, um fanático torcedor do Boca Juniors que acompanhou o time em uma excursão à Europa, de navio, e acabou tornando-se nome e símbolo do fanatismo da torcida xeneize.

Carnaval estimula campanha de doação de sangue no Sport e no Santa Cruz

No blog de esportes do Diário de Pernambuco, informações sobre as campanhas de doação de sangue no Sport e Santa Cruz. O banco de sangue Hemope começou 2015 com apenas 10% da capacidade, uma preocupação que faz os times tentarem unir forças para aumentar esse número.

Clássico terá torcida única, decide Federação Paulista

Uma triste informação do Painel FC, da Folha de S. Paulo, assinado por Bernardo Itri. O clássico Palmeiras x Corinthians deve ter apenas torcedores palmeirenses no estádio por uma decisão do Ministério Público (sem consultar a Polícia Militar). Uma decisão triste e lamentável.

 

 

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo