Champions LeagueSem categoria

APOEL resiste e, ainda assim, leva baile do Real Madrid

Foram 74 minutos de resistência e 18 chutes contra a sua meta até que o APOEL cedesse ao poderio do Real Madrid. Jogando em Nicósia, os cipriotas abdicaram totalmente de seu ataque e não finalizaram uma vez sequer a gol. A imposição dos merengues aconteceu finalmente após a entrada de Marcelo e Kaká, fundamentais na construção da confortável vitória por 3 a 0 nos 15 minutos finais da partida.

Mesmo contando com o apoio da torcida, o APOEL optou por manter uma postura defensiva desde o apito inicial, com duas linhas compactas de quatro jogadores protegendo sua área. Já o Real Madrid tentava encontrar espaços apostando em um jogo mais de área, com Gonzalo Higuaín e Karim Benzema tentando explorar os espaços entre os zagueiros.

Aos 12 minutos, os merengues tiveram a primeira chance com Mesut Özil, arrematando sobra de bola na entrada da área e exigindo grande defesa de Dionisis Chiotis. Três minutos depois, após cruzamento de Fábio Coentrão, Higuaín subiu mais que a defesa, cabeceando a bola por cima do travessão. Nas poucas vezes em que tomavam a bola, os cipriotas tentavam sair em velocidade, mas tinham dificuldades para encaixar seus ataques.

Sem levar grandes perigos, Cristiano Ronaldo só foi dar trabalho para Chiotis aos 28 minutos. O português foi lançado por Nuri Sahin e chutou forte, mesmo de um ângulo desfavorável. O goleiro conseguiu espalmar a bola e concluiu a defesa em dois tempos. Cinco minutos depois, Ronaldo deu bela sequência de fintas e lançou Sahin. Da linha de fundo, o turco centrou para Benzema, que, sozinho na pequena área, perdeu chance incrível, batendo por cima do gol.

Com a marcação adiantada, o Real Madrid seguia com dificuldades em encontrar espaços na área adversária. O último bom lance da equipe antes do fim do primeiro tempo veio após roubada de bola no meio de campo. Özil partiu em velocidade pela direita e tocou para Cristiano Ronaldo finalizar para fora.

A predominância ofensiva também demorou a surtir resultados para os blancos na segunda etapa. Benzema e Cristiano Ronaldo protagonizaram os dois melhores lances nos dez primeiros minutos, ambos finalizando para fora. Já a progressão do APOEL era freada pelos excessos de erros na troca de passes. A equipe teve apenas 46% de aproveitamento no fundamento durante o primeiro tempo, panorama que não se alterou após o intervalo.

Diante da falta de criatividade do Real Madrid, o time da casa passou a se soltar um pouco mais em campo a partir dos 15 minutos. Foi quando José Mourinho tentou mudar a atitude de seu time, promovendo as entradas de Kaká e Marcelo. Já aos 21, o meia sofreu falta na lateral da área e, diante de um bate-rebate, os cipriotas conseguiram se safar. Pouco depois, Benzema dominou bola no bico da grande área e finalizou ao lado da trave, assustando Chiotis.

Aos 27 minutos, o técnico Ivan Jovanovic reforçou seu ataque, colocando o atacante Esteban Solari no lugar do volante Hélio Pinto. E o tiro saiu pela culatra, com o primeiro gol do Real Madrid saindo no minuto seguinte. Marcelo lançou Kaká na ponta direita e o meia cruzou na medida para Benzema cabecear para as redes, vencendo Chiotis.

O tento motivou os merengues, que partiram ao ataque para matar o jogo. Aos 31, Cristiano Ronaldo chutou forte e Chiotis fez defesa milagrosa, pouco antes de parar com os pés batida de Mesut Özil. Coube a Kaká, aos 37 minutos, marcar o segundo gol do Real Madrid. Marcelo fez grande jogada, arrancando pela esquerda e, quando chegou à linha de fundo, passou para o camisa 8 estufar as redes.

Quando o APOEL tentava se recobrar do prejuízo, veio o golpe fatal, em contra-ataque puxado por Cristiano Ronaldo. O português lançou Özil pelo flanco direito e o meia deu passe preciso para Benzema fechar a conta, tocando para as redes vazias. Se ainda há esperanças para os cipriotas, resta apostar suas fichas no jogo de volta, que acontece na próxima quarta-feira, no estádio Santiago Bernabéu.

Ficha técnica

APOEL 0x3 Real Madrid

Local: estádio GSP, em Nicósia (CHP)
Data: 27/mar, terça-feira
Árbitro: Felix Byrch (ALE)
Gols: Karim Benzema, aos 29’/2T; Kaká, aos 37’/2T; e Karim Benzema, aos 44’/2T

APOEL
Dionisis Chiotis, Savvas Poursaitides, Marcelo Oliveira (Kaká, aos 12’/1T), Paulo Jorge e William Boaventura; Nuno Morais e Hélio Pinto (Esteban Solari, aos 25’/2T); Konstantinos Charalambides, Ivan Trickovski e Nektarios Alexandrou (Hélder Sousa, no intervalo); Aílton. Técnico: Ivan Jovanovic.

Real Madrid
Iker Casillas, Álvaro Arbeloa, Sergio Ramos, Pepe e Fábio Coentrão (Marcelo, aos 17’/2T); Xabi Alonso, Nuri Sahin (Esteban Granero, aos 39’/2T) e Mesut Özil; Karim Benzema, Gonzalo Higuaín (Kaká, aos 17’/2T) e Cristiano Ronaldo. Técnico: José Mourinho.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo