Alemannia Aachen: Dois caminhos, um destino

É possível que fãs fanáticos torçam loucamente para um time em uma semana e na semana seguinte desejem que esse mesmo time perca? Na Alemanha, isso é possível, e pode ter certeza que isso vai acontecer.

Entre os dias 22 e 29 de maio os torcedores do pequeno Alemannia Aachen poderão ser chamados de vira-casaca. E não pense que isso os ofenderá.

Rumo à Copa UEFA

O pequeno Alemannia Aachen pode ser considerado um bicho papão dos times grandes alemães, pelo menos na copa da Alemanha de 2004. Quem diria que um time intermediário da segunda divisão eliminaria adversários do porte de 1860 Munique, Bayern de Munique e Borrusia Moenchengladbach? De fase em fase, o pequeno clube de uma cidade que faz fronteira com a Bélgica foi passando, e não é que dia 29 de maio a cidade de Berlim verá o confronto entre o Werder Bremen (atual líder da Bundesliga) e o Alemannia Aachen, na finalíssima da competição.

Para obter vaga na Copa UEFA de 2005, o time de Aachen tem a seu dispor duas possibilidades: ou joga tudo que sabe e ganha a taça em cima do Werder Bremen ou então torce para o mesmo Werder ficar entre os três primeiros colocados da Bundesliga, o que daria ao vice-campeão da copa da Alemanha a vaga na Copa UEFA. Sabe aquele velho ditado: se não pode vencê-lo, junte-se a ele. Então, é esse o caso do Alemannia.

Cidade histórica, campanha histórica

Aachen, embora não seja grande (tem apenas 244 mil habitantes), pode ser considerada uma das mais importantes cidades da Alemanha, em termos históricos.

Assim como o time homônimo, a cidade leva o rótulo de ser pequena, porém com grande história. Um município do oeste alemão, que faz fronteira com a Bélgica, Aachen foi a capital do Sacro Império Romano-Germânico. Se você fugiu dessa aula de história eu explico: o dito império foi um dos maiores da Europa e era comandado por Carlos Magno.

Atualmente, Aachen é conhecida por ser uma cidade universitária e termal, cujas fontes são as mais quente da Europa setentrional e foram usadas pelos romanos antigamente.

A cidade se localiza no estado da Remânia do Norte-Vestfália, cuja capital é Dusseldorf. Só para termos uma idéia, esse estado é sede de times como Borussia Dortmund e Fortuna Dusseldorf. O Alemannia Aachen tenta entrar nesse grupo de times renomados do estado.

Torcida fanática e clube bem estruturado

O Alemannia Aachen é mais que um time de futebol, é um clube. Localizado em uma região belíssima da Alemanha, o time auri-negro é muito bem estruturado e de administração competente.

Além do futebol (que já foi vice campeão da copa da Alemanha duas vezes, em 1953 e 1965), o clube também conta com equipe de badminton, tênis de mesa, atletismo e vôlei. Prova de que até clubes considerados pequenos na Europa contam com boa estrutura de esportes amadores, disputando competições a nível nacional. As divisões de base do futebol também são um orgulho para o Alemannia.

O Estádio Tivoli é outra atração do time alemão. Ele está localizado em uma rodovia. Sua torcida é fanática e, mesmo estando apenas em sexto lugar na segunda divisão (até o fim de março), ela comparece e faz uma bonita festa. Eles, que são conhecidos como União Industrial e reúnem torcedores e admiradores do time de Aachen, crescem desde a volta do Alemannia à segunda divisão, em 1999. São fãs muito conhecidos na região pela originalidade, sempre com coreografias e vestindo as cores tradicionais do time, preto e amarelo. Daí deriva o apelido da torcida: Biene, ou ´abelha´ em alemão.

Dois times em uma semana

Como já dito anteriormente o Alemannia tem duas chances de se classificar para copa UEFA: ou ganha a copa da Alemanha ou torce para o Werder Bremen ficar entre os três primeiros colocados da Bundesliga.

Isso causa uma situação inusitada para os fanáticos torcedores do time amarelo e preto. Dia 22 é a última rodada da Bundesliga e até lá eles estarão torcendo para o Werder confirmar a boa fase e ser campeão, classificando antecipadamente o Alemannia para copa européia. Porém, dia 29, apenas uma semana depois, estarão todos fazendo figas para o time de Aachen bater o próprio Werder em Berlim, na final da copa da Alemanha.

É lógico que uma classificação para um torneio tão importante da Europa já será mais que suficiente para os torcedores do Alemannia fazerem a festa. Porém, eles no fundo estão querendo mesmo é a taça da copa da Alemanha, para coroar o melhor dos 104 anos de história de seu time do coração.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo