300 vezes Inzaghi

“Filippo Inzaghi deve ter nascido em posição de impedimento”, disse certa vez Sir Alex Ferguson. De fato, é difícil lembrar de um jogador que tenha dado mais trabalho aos bandeirinhas. Mas também são poucos os que tiraram tanto o sono dos defensores adversários. E por isso, vale registrar a marca de 300 gols como profissional alcançada por SuperPippo neste domingo, com os dois gols na goleada de 5 a 1 do Milan sobre o Siena.

Posicionado na linha do último zagueiro, ou no lugar certo para receber um cruzamento ou aproveitar um rebote na área, Inzaghi é uma categoria de atacante que qualquer equipe gostaria de ter. Pergunte aos times italianos que fracassaram este ano na Liga dos Campeões, por exemplo. Sem pirotecnias, Pippo marcou cinco gols nas três finais disputadas pelo Milan em 2007. E todo gol é comemorado euforicamente como se fosse o último, seja na decisão da LC ou em uma rodada comum da Série A.

Para sorte do Milan, o clube já encontrou um sucessor à altura. Rodada após rodada, Pato demonstra que não era exagerado quem previa, desde seus primeiros passos como profissional, que estava ali uma futura joia do futebol. Tal como Inzaghi, Pato é capaz de marcar de qualquer jeito – e com uma dose extra de técnica e velocidade. Hoje, a dupla de ataque do Milan teve passado, presente e futuro.

Números de Inzaghi:

Leffe (1992-93) 21 jogos, 13 gols
Verona (1993-94) 37 jogos, 14 gols
Piacenza (1991-92, 1994-95) 44 jogos, 17 gols
Parma (1995-96) 22 jogos, 4 gols
Atalanta (1996-97) 34 jogos, 25 gols
Juventus (1997-2001) 165 jogos, 89 gols
Milan (2001-hoje) 239 jogos, 110 gols
Itália sub-21 (1993-1996) 14 jogos, 3 gols
Itália (1997-2007) 57 jogos, 25 gols

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo