Portugal

[Vídeo] O golaço do Benfica resumiu o que de mais puro há no futebol-arte

Troca de passes, velocidade, dribles, precisão, frieza, ataque em progressão. Todos esses elementos são fundamentais para aquilo que as pessoas chamam de “jogo bonito”. A arte de dominar a ofensividade e produzir lances em que os adversários mal veem a bola. Pois o Benfica foi capaz de combinar todas essas virtudes em um verdadeiro golaço nesta terça-feira. A jogada de pura arte aconteceu na goleada por 6 a 1 sobre o Moreirense, pela Taça da Liga de Portugal. A partida já poderia ter acabado por ali, no terceiro tento de Nico Gaitán. Ninguém presente no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas veria algo melhor.

O lance começou ainda no campo de defesa, com uma roubada de bola. E aí começa a sua grandeza. Primeiro, com os passes velozes, de primeira. Depois, com a arrancada de Anderson Talisca puxando o contra-ataque, por toda a intermediária. E o brasileiro deu uma boa enfiada para Nico Gaitán finalizar o trabalho na área. Dominou e, com uma calma imensa, fintou três marcadores antes de estufar as redes vazias. Como diz a canção, “só não entrou com bola e tudo porque teve humildade em gol”. Tão arte quanto a música de Jorge Ben – inspirada justamente em um gol contra o Benfica.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo