Portugal

Uefa abre investigação contra Scolari

A Uefa investigará os incidentes ocorridos no final da partida entre Portugal e Sérvia, nesta quarta-feira, pelas eliminatórias da Eurocopa-08. Segundo a entidade, a análise se concentrará na reação de Luiz Felipe Scolari, que tentou bater em um atleta adversário.

O técnico dos Tugas se irritou nos minutos finais do confronto, após Dragutinovic e Quaresma discutirem. Scolari tomou as dores do seu jogador e tentou agredir o sérvio com um soco no rosto. A atitude pode render uma pesada punição ao brasileiro.

A entidade aguarda a entrega da súmula da partida para iniciar o processo. A atitude do técnico gerou uma série de críticas por parte da imprensa portuguesa. O diário A Bola estampa em sua capa a manchete ‘Noite negra de Scolari’. Já o jornal Record preferiu tratar o episódio com o título ‘Socolari’.

Nervoso, o técnico tentou se justificar e negou a tentativa de bater em Dragutinovic. “É mentira. Não toquei nem me joguei contra o jogador. Apenas defendi Quaresma. É por isso que tive que abrir os braços. Tentei separar o sérvio do Quaresma. Que a Uefa examine o que tiver de examinar. Se eu tiver que responder, direi da mesma forma que respondi a vocês [jornalistas]. Foi um lance qualquer, comum, no qual existe um bate-boca, um empurrão daqui e dali”, afirmou.

O jogador sérvio mostrou-se surpreso com a reação de Scolari. “Ele não me acertou por pouco, porque me esquivei. Não sei por que ele fez isso e não acreditava que um treinador pudesse fazer algo desse gênero”, disse.

Laurentino Dias, secretário de Estado do Desporto de Portugal, também condenou a reação. “Devemos ser mais exigentes quanto aos comportamentos. Vitórias e derrotas devem ser aceitas com espírito esportivo. Se o resultado, se aquela exibição de ontem, me suscitaram desilusão e tristeza, os comportamentos no final do jogo suscitam censura. Censura que implicará, penso eu, da parte dos responsáveis, dirigentes e técnicos uma reflexão séria e um tirar de conseqüências”, comentou, em entrevista ao diário A Bola.

Scolari não poupou críticas ao árbitro Markus Merk, que não teria marcado impedimento no lance do gol sérvio. “Se nós examinarmos a jogada, veremos que foi um impedimento vergonhoso, claro, de um metro. Um erro nós podemos cometer, o árbitro também, só que é sempre o mesmo árbitro, sempre em Portugal, sempre organizado. Ele é inteligente. Organiza, sabe dar uma falta no meio, sabe que tem quatro grandões na equipe adversária. Ele é muito bom árbitro, sabe matar o jogo”, acusou.

O empate por 1 a 1 com a Sérvia manteve Portugal em terceiro lugar no grupo A das eliminatórias da Eurocopa-08. Caso o torneio terminasse hoje, os Tugas estariam fora da competição continental.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo