Portugal

Sporting volta a vencer e bate recorde de invencibilidade em uma mesma edição do Português

Os Leões chegaram à 27ª rodada do campeonato ainda sem terem sido derrotados

Após dois empates que ligaram um sinalzinho amarelo de alerta na campanha que ainda deve dar ao Sporting o seu primeiro título português desde 2001/02, os Leões voltaram a vencer, nesta sexta-feira, pelo placar apertado de 1 a 0 contra o Farense e, de quebra, superaram um recorde: a maior sequência de invencibilidade dentro de uma mesma edição do Campeonato Português.

O Sporting chegou à 27ª rodada invicto: 21 vitórias e seis empates. A marca anterior, de 26 partidas, havia sido alcançada justamente na última campanha campeã, em 2001/02. Derrotado pelo Braga na oitava rodada, não perdeu mais até o fim do campeonato, na 34ª rodada.

Em todo o futebol português, o Porto tem dois títulos invictos, o Benfica tem um – e outra campanha em que não perdeu, mas foi vice-campeão -, mas em torneios de apenas 30 rodadas, o que permite que os Leões batam também esse recorde caso consigam manter a sequência por mais algumas semanas. O torneio atual prevê 34 rodadas.

O Sporting também está próximo da maior invencibilidade espalhada em mais de uma temporada: 29 jogos consecutivos entre 1969/70 e 1970/71. Nesse quesito, ainda está muito longe dos rivais. O Benfica tem 56 jogos de invencibilidade (1976/77-1978/79), e o Porto, 55 (2009/10-2011/12), segundo levantamento do site português O Jogo.

O Sporting teria que terminar o campeonato invicto e não perder também nas 23 primeiras rodadas do próximo para bater esse recorde.

Contra o Farense, a vitória retornou, mas não foi fácil. Após o goleiro Beto fazer uma linda defesa em cabeçada de frente de Sebastián Coates, Pedro Gonçalves converteu uma bola que ficou viva dentro da área para marcar seu 16º gol no Campeonato Português, do qual divide a artilharia com Seferovic, do Benfica, aos 35 minutos do primeiro tempo.

Paulinho perdeu uma boa chance de ampliar, pouco depois do intervalo, ao preferir mais uma passe em vez da finalização. Adán fez uma defesa maravilhosa para negar Pedro Henrique, à queima-roupa, e, no outro lado, Beto deixou Paulinho frustrado outra vez ao espalmar seu forte chute em cima da linha.

O Farense pressionou no fim e chegou a ter um gol anulado por impedimento, aos 35 minutos da etapa final. Também reclama de dois pênaltis que acredita que deveriam ter sido marcados a seu favor. É o vice-lanterna do Português, agora com cinco derrotas nas últimas seis rodadas.

O Sporting abriu nove pontos de vantagem para o Porto, que enfrentará o Nacional, no próximo domingo.

.

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo