Portugal

Prova de carinho, Alex Telles produziu uma animação incrível para se despedir do Porto

Alex Telles pode ser considerado um ídolo do Porto. Em quatro anos no Estádio do Dragão, o brasileiro foi uma das grandes referências técnicas do time e conduziu os portistas de volta aos títulos no Campeonato Português. O lateral acumulou 26 gols e 57 assistências em 195 partidas, um número expressivo à sua posição, além de erguer dois troféus da liga e outro da Taça de Portugal. Tamanho destaque o levou à Seleção e, merecidamente, ao Manchester United. E se a despedida já tinha sido sentida em campo, com as lágrimas escancaradas de Telles no jogo do título nacional, ele ofereceria outra bela homenagem ao Porto.

Nesta segunda-feira, com a confirmação do negócio, Alex Telles publicou em suas redes sociais um vídeo de agradecimento ao Porto – em projeto assinado pelo O Clube Football. A animação reconta a chegada do lateral a Portugal e ressalta alguns de seus principais momentos com a camisa portista. Mostra como o brasileiro cumpriu os seus sonhos por lá e acumulou conquistas, coletivas e individuais. O desenho animado é uma representação de carinho.

“Porto, nunca planejei como seria este dia, porque aqui dentro transbordam diversos sentimentos. Nenhum texto cabe tudo o que vivi neste clube e nesta cidade. Nesses 4 anos, a camisa do F.C Porto foi minha segunda pele. Cresci imensamente como atleta e, principalmente, como ser humano. Agradeço a forma como vocês me acolheram e me fizeram mais um membro da família portista. Eu senti o real sentimento de Ser Porto e jogar À Porto”, escreveu o jogador.

“Levo cada um de vocês comigo e os momentos que aqui passei ficarão pra sempre em minha memória. Deixo meu especial agradecimento ao Presidente, staff, jogadores e todos que dividiram o dia a dia comigo, me tornando um profissional melhor. E por fim, Nação Portista: gratidão por todo o apoio e por confiar em mim e no meu trabalho. Realizei um sonho de jogar de azul e branco e hoje serei mais um de vocês a torcer pelo nosso Porto. Não choro porque acabou, sorrio porque aconteceu”, complementou.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo