Porto e Benfica protagonizaram o grande clássico da rodada no Campeonato Português. Era aguardado um jogo bem disputado no Estádio do Dragão, com os rivais patinando na competição, e essa vontade de corresponder se notou durante o primeiro tempo. No entanto, o duelo descambou a uma briga excessiva na segunda etapa e perdeu qualidade, terminando num travado empate por 1 a 1. Pior aos dois lados, que permanecem na perseguição ao líder Sporting e desperdiçaram a chance de diminuir as distâncias depois do tropeço dos leoninos nesta sexta.

A partida no Estádio do Dragão começou em ritmo alto, com os dois times arriscando no ataque e chances desperdiçadas, apesar da leve superioridade do Porto. Em meio à disputa aberta, o Benfica anotou o primeiro gol aos 17. Nuno Tavares cruzou da esquerda, Haris Seferovic aparou com um passe excelente e Álex Grimaldo mandou às redes, dando um leve toque por cima do goleiro Agustín Marchesín. Jorge Jesus tinha seus méritos na jogada por isso, especialmente ao surpreender com o camisa 3 no meio-campo. Deu resultado.

O Benfica só não conseguiu preservar a vantagem por muito tempo, com o empate do Porto aos 25. Sérgio Oliveira fez um lançamento primoroso a Tecatito Corona, que saiu nas costas de Gilberto pelo lado esquerdo do ataque. O mexicano tocou para trás e, mesmo chutando mascado, Mehdi Taremi conseguiu marcar. Os encarnados quase retomaram a vantagem cinco minutos depois, com Darwin Núñez mandando uma bomba na trave. Luis Díaz também responderia, batendo para fora aos portistas, pouco antes de Darwin assustar de novo. Era uma partida equilibrada e com alternâncias, na qual os benfiquistas foram um pouco melhores antes do intervalo.

No segundo tempo, porém, o jogo movimentado desembocaria num clássico tenso e com muitas divididas. Os times pareciam mais dispostos a brigar do que a criar. nos primeiros minutos, uma confusão entre os jogadores renderia cartões amarelos. O jogo ficou travado no meio-campo, com poucas ocasiões de gol. Quando o Benfica reapareceu no ataque, Marchesín fez boa defesa na tentativa de Rafa. Já a grande brecha para os encarnados surgiria aos 28, quando Taremi deu uma entrada desleal sobre Nicolás Otamendi e recebeu o vermelho após revisão no VAR.

Contudo, a vantagem numérica não fez tanto efeito ao Benfica, que até partiu para cima, mas não capitalizou. Moussa Marega ainda poderia ter anotado o segundo do Porto, mas Odisseas Vlachodimos pegou a bola desviada na pequena área. Os encarnados também não apresentaram uma qualidade tão grande, mesmo com Everton Cebolinha saindo do banco. Faltava um pouco mais de calma na criação das jogadas, com as pancadas prevalecendo até o final. Um empate não resolve muito a vida de ambos os times.

O Sporting aproveita, preservando sua diferença na liderança, mesmo com o empate desta sexta. Os leoninos receberam o Ave no Estádio José Alvalade e também ficaram no 1 a 1, com gols de Pedro Gonçalves aos anfitriões e Gelson Dala para empatar aos visitantes. Os sportinguistas fecham a rodada com 36 pontos. Na perseguição, Benfica e Porto têm 32 pontos. Quem ainda pode se aproximar é o Braga, que enfrentará o neste sábado e tentará chegar aos 30 pontos com a vitória.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore