Portugal

Porto desbanca Benfica na Luz e se isola na liderança

O Porto alcançou uma vitória imprescindível na luta pelo título do Campeonato Português. Em jogo de duas viradas no placar, os portistas superaram o Benfica por 3 a 2 no Estádio da Luz, graças a um gol de Maicon aos 41 minutos do segundo tempo. Com a vitória, o time de Vítor Pereira assume a liderança isolada da competição, com três pontos de vantagem para os encarnados.

Bastaram apenas seis minutos de jogo para que Hulk abrisse o placar para os portistas. O atacante recebeu na ponta direita e, do bico da grande área, soltou a bomba de canhota. O tiro seguiu em direção ao ângulo e Artur ainda tocou a bola com a ponta dos dedos, mas não conseguiu evitar o tento.

Depois do susto inicial, o Benfica passou a controlar mais a posse de bola, tentando explorar principalmente as jogadas pelas laterais. Aos 22 minutos, Óscar Cardozo teve nos pés a chance do empate, ao dominar lançamento sozinho na grande área. Porém, o chute do centroavante saiu muito fraco e Helton fez a defesa com tranquilidade. O Porto, por sua vez, tentava ameaçar em contra-ataques.

Aos 30 minutos, Álvaro Pereira arriscou de longe e a bola passou por cima da meta defendida por Artur. A resposta veio logo em seguida, com Aimar. Nicolás Gaitán cruzou da direita e o camisa 10 cabeceou de frente para o gol, mas sem complicar a vida de Helton, que segurou a bola sem maiores problemas. Equilibrando as ações ofensivas, o Porto incomodou duas vezes aos 35, mas Artur fez boas defesas em tentativas de Marc Janko e Álvaro Pereira. Já no minuto seguinte, João Moutinho cobrou falta que raspou o travessão do Benfica antes de sair.

O gol de empate do Benfica, enfim, saiu aos 40 minutos da primeira etapa. Maxi Pereira arriscou chute da entrada da área, mas a bola bateu em Axel Witsel e sobrou para Cardozo. De frente para o gol, o artilheiro soltou a bomba e não perdoou. O lance ainda rendeu reclamações de impedimento de Helton, mas a posição do paraguaio era legal.

Já a virada dos encarnados saiu logo aos dois minutos do segundo tempo. Aimar cobrou falta da lateral direita e Cardozo subiu sozinho no centro da área, cabeceando em direção ao chão. Helton, estático, assistiu à bola morrer nas redes.

A partida seguiu truncada na segunda etapa, com as defesas se dando melhor sobre os ataques. Até James Rodríguez, que saíra do banco de reservas três minutos antes, igualar novamente aos 16. O colombiano puxou contragolpe e, depois de tabelar com Fernando, chutou forte da entrada da área para vencer Artur.

Atacando mais em busca da vitória, o Benfica viu sua vida se complicar aos 32 minutos, quando Emerson fez falta em Hulk e recebeu o segundo cartão amarelo. Dois minutos depois, o Porto teve boa chegada em cruzamento de Djalma, que Artur conseguiu intervir.

Pressionando durante os minutos finais, entretanto, o Dragão chegou à virada a quatro minutos do fim. James Rodríguez cobrou falta pelo lado direito, Artur saiu mal do gol e Maicon se antecipou ao goleiro, cabeceando para as redes. Nos minutos finais, coube ao Porto gastar o tempo com a bola nos pés e confirmar a vitória.

Confira os jogos da 21ª rodada do Campeonato Português:

Sexta-feira, 2/mar
Benfica 2×3 Porto

Sábado, 3/mar
Nacional x Braga
Vitória de Setúbal x Sporting

Domingo, 4/mar
Rio Ave x Beira-Mar
Feirense x Acadêmica
Gil Vicente x Paços de Ferreira
Vitória de Guimarães x Marítimo

Segunda-feira, 5/mar
União de Leiria x Olhanense

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo