Portugal

“Não fiquei triste em ser segunda opção”, diz Paulo Bento

Após sondar José Mourinho, do Real Madrid, para que ele assumisse Portugal nos próximos dois jogos das eliminatórias da Eurocopa, Paulo Bento foi apresentado nesta quarta-feira como o novo comandante da seleção lusa. Mesmo não tendo sido a primeira opção no cargo de treinador do país, Bento disse que não ficou chateado por causa disso e ainda elogiou Mourinho.

“Não fiquei triste por ser a segunda opção. Fiquei atrás de um dos melhores técnicos do mundo, se não o melhor”, afirmou.

O caso de Paulo Bento é parecido com o que ocorreu com o técnico da seleção brasileira, Mano Menezes. Antes de contratar o ex-corintiano e ex-gremista, a CBF tinha convidado Muricy Ramalho para o cargo. Mano disse que não ficou chateado por ser a alternativa diante da negativa de Muricy para assumir o Brasil e afirmou que ser técnico do país é um privilégio e uma oportunidade única.

No comando de Portugal, Paulo Bento terá a missão de classificar os lusos para a Eurocopa de 2012. Os portugueses têm um ponto em dois jogos. Os lusos estão no grupo H com Noruega, Chipre, Islândia, Dinamarca. Mesmo Portugal não estando em uma situação boa nas eliminatórias da competição européia, o treinador garante que é possível reverter a desvantagem. “É uma missão difícil. Mas ainda temos a chance de correr atrás.”

Na carreira, Paulo Bento jogou no Benfica, Sporting Estrela da Amadora, Vitória Guimarães, Benfica, Real Oviedo e foi convocado 35 vezes para defender a seleção portuguesa. Como técnico, ele teve passagem pelo Sporting.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo