Portugal

Futebol europeu registra mais um (grave) caso de violência – e desta vez, dentro do estádio

Torcedor do Benfica foi esfaqueado dentro do Estádio da Luz após uma briga por um assento; filhas menores de idade da vítima presenciaram a agressão

O futebol europeu vive uma onda de violência preocupante. Desde a morte do torcedor do AEK Atenas, esfaqueado durante um confronto com ultras do Dínamo de Zagreb, outros casos não mais isolados têm gerado muita preocupação à Uefa. Na última quinta-feira (21), mais um acontecimento alarmante voltar a acontecer, quando um torcedor do Benfica foi esfaqueado dentro do Estádio da Luz. 

O episódio de agressão aconteceu no intervalo da goleada do Benfica sobre o AVS SAD por 4 a 1, pela Taça da Liga. Segundo informações do jornal português Record, o desentendimento entre torcedores foi motivado por um assento, quando um deles sacou uma faca e golpeou o outro. As duas filhas menores de idade da vítima, que não foi identificada, presenciaram a violência sofrida pelo pai. 

Ainda segundo o periódico local, o autor da facada fugiu do local, e autoridades recorrem às câmeras de segurança do estádio para tentar identificá-lo. A vítima, encaminhada para um hospital da região de Lisboa, não corre risco de morte. 

Organização da Taça da Liga se manifesta

A organização da Taça da Liga pronunciou-se em comunicado oficial após o incidente ocorrido na arquibancada do Estádio da Luz. O foco da Liga Portugal é colaborar com as autoridades para que o responsável pela agressão seja localizado e preso.

Em comunicado oficial, a direção do torneio também desejou uma rápida recuperação para a vítima, e agradeceu a assistência da equipe médica, que garantiu os primeiros socorros e o transporte eficiente. 

Leia o comunicado oficial: 

A Liga Portugal registou, com pesar, a existência de um incidente nas arquibancadas do Estádio da Luz, no intervalo do jogo SL Benfica-AVS, pela 3ª rodada da terceira fase da Allianz CUP, que culminou no transporte do torcedor, felizmente em situação estável, para o hospital. 

As primeiras palavras da Liga Portugal e da sua Direção Executiva são para o torcedor ferido, desejando rápida recuperação e agradecendo a pronta intervenção dos meios de socorro presentes no local.

 A Liga Portugal colabora com as autoridades responsáveis pela operação de segurança do jogo a um rápido e eficaz apuramento de responsabilidades sobre o sucedido e a um reforço das medidas preventivas para que situações semelhantes não se repitam nos estádios portugueses.

Episódios de violência se repetem no futebol da europeu

No início de agosto, um torcedor grego foi morto em um confronto entre torcedores de AEK Atenas e Dinamo Zagreb, nos arredores do Estádio Agia Sophia, na partida de ida pela fase de grupos da Champions League. Segundo informou a polícia grega, um jovem de 22 anos morreu após ser “ferido por um objeto pontiagudo”. 

Conforme o relatório policial, 96 suspeitos foram presos, sendo 87 croatas e outros cinco gregos. Um austríaco, um alemão, um bósnio e um albanês também foram detidos pelas autoridades pelo envolvimento na briga generalizada.

Desde o fato, a Uefa tem ampliado políticas e melhorado o policiamento em jogos da competição europeia. 

– A Uefa lamenta da forma mais veemente possível os terríveis incidentes ocorridos em Atenas na noite passada e dos quais resultaram na perda de uma vida. Ao expressar nossas mais profundas condolências à família da vítima, ao AEK Atenas e aos seus torcedores, gostaríamos de reiterar que a violência não tem lugar no nosso esporte e esperamos que os responsáveis por este ato terrível sejam presos e entregues à justiça o mais rápido possível – disse a entidade em comunicado oficial, em agosto.

Botão Voltar ao topo