Portugal

Dez anos após sobreviver ao tsunami, indonésio realiza sonho e é contratado pelo Sporting

Poderia ser apenas mais uma contratação das categorias de base do Sporting. No entanto, os alviverdes prepararam um grande anúncio para o garoto promissor que passará a defender as equipes jovens do clube. E com motivos. Não exatamente por algum talento extraclasse do indonésio de 17 anos, mas por sua história de vida. Há uma década, Martunis viveu uma tormenta que poucos resistiriam. Sobreviveu após 21 dias lutando sozinho contra os rastros de desastre que o tsunami deixou no sudeste asiático, em dezembro de 2004. Curiosamente, com uma camisa da seleção portuguesa, o que ajudou a mudar a sua história.

VÍDEO: Mascherano deu um baita discurso sobre o que é a essência do futebol

Martunis tinha apenas sete anos quando a tragédia aconteceu. A sequência de terremotos e tsunamis deixou 230 mil mortos no sudeste asiático, além de 45 mil desaparecidos e 1,74 milhões de desabrigados. A Indonésia foi o país mais afetado pela tragédia, em especial a província de Aceh.  Justamente onde o menino morava com sua família. A mãe e duas irmãs de Martunis faleceram, arrastadas pelas águas, enquanto o garoto conseguiu se segurar e permaneceu em meio aos escombros.

Foram três semanas sem qualquer contato com outras pessoas, em meio aos entulhos encharcados. Para superar tantos dias, Martunis comeu miojo que conseguiu encontrar, enquanto bebia a água empoçada. Depois de tanto tempo sozinho, foi encontrado por um grupo de jornalistas anêmico e desidratado. E com uma camisa que chamou atenção: a que a seleção portuguesa utilizou no vice-campeonato da Euro de 2004, com o número 10 de Rui Costa.

Nos dias seguintes, Martunis passou a receber tratamento médico intensivo, enquanto se reencontrou com seu pai, que também sobreviveu.  Principalmente, o pequeno indonésio deu uma grande prova de coragem em suas palavras: “Eu não tinha medo nenhum naquele momento, porque queria estar vivo para encontrar minha família e ser um jogador de futebol”. Algo que começa a se concretizar agora.

indonesia-environment-poeple-ronaldo1

Após a recuperação, o menino se tornou um xodó em Portugal, afirmando ser torcedor da seleção portuguesa e do Sporting, por causa de Cristiano Ronaldo. Então, a federação portuguesa iniciou uma campanha para levá-lo para conhecer os jogadores da equipe nacional, incluindo Eusébio. Desde então, Martunis manteve contato com os portugueses, especialmente com Cristiano Ronaldo, que passou a visitá-lo de tempos em tempos e ajudou na reconstrução de sua casa. E, jogando em uma equipe indonésia, o adolescente acabou convidado para integrar as qualificadas categorias de base do Sporting. Justamente de onde Cristiano Ronaldo e Figo saíram para o estrelato.

VEJA TAMBÉM: Rayo Vallecano terá a luta contra a homofobia e outras sete causas na sua segunda camisa

Além da chance de jogar no clube, o Sporting também oferecerá estudos a “Martunis Ronaldo” – apelido que ganhou no futebol indonésio. Obviamente, há uma jogada de marketing do clube na contratação. O que não diminui o lado humano da oferta, valorizando a história fantástica do garoto e o seu desejo de seguir os passos de Cristiano Ronaldo. “Estou muito contente por estar no Sporting, que realizou o meu sonho. Agradeço muito a oportunidade. Viva o Sporting!”, declarou o jovem, na apresentação.

Pode até ser que Martunis nunca se torne jogador profissional, ou que não vista a camisa do time principal do Sporting. Será o de menos. O que mais vale é a sua valentia. E, em especial, a nova prova da força que o futebol tem para transformar vidas.

martunis2

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.