Portugal

De novo decisivo, Tiquinho Soares ajuda Porto a por fim em jejum de mais de uma década contra o Sporting

Outubro de 2008. Distante, né? Soa perto, mas já estamos em 2020. O tempo passou rápido, menos para o Porto, que teve que esperar longos 11 anos e três meses para voltar a vencer o Sporting na casa do rival. Mais do que isso, o 2 a 1 sobre os Leões no Estádio José Alvalade ajudou os Dragões a evitarem o distanciamento do líder Benfica na tabela. Depois de 15 rodadas, a diferença entre primeiro e segundo colocados é de quatro pontos.

[foo_related_posts]

A vitória não veio fácil ao Porto, que contou duas vezes com as traves no segundo tempo para evitar um segundo gol sofrido. O começo da partida, no entanto, foi promissor. Logo aos cinco minutos de jogo, Jesús Corona acertou lançamento fantástico, da linha do meio de campo, para Moussa Marega. O malinês aproveitou a indecisão e a demora do goleiro Luis Maximiliano e tirou o adversário da jogada para fazer o 1 a 0 com apenas um toque na bola.

A resposta do Sporting veio ainda no primeiro tempo, com Acuña. O argentino orquestrou toda a jogada. Primeiro se antecipando ao adversário ainda no meio de campo e interceptando a saída de jogo desatenta do goleiro Marchesín. Enquanto seus companheiros tocavam a bola rumo ao ataque, ele, Acuña, partiu em disparada para a área e recebeu Vietto. Em diagonal, bateu forte, entre o goleiro e a trave direita, para empatar em 1 a 1 aos 44 do primeiro tempo.

Com o equilíbrio entre as duas equipes, o diferencial veio, mais uma vez, de Tiquinho Soares. Artilheiro do clube em 2019, com 24 gols, o atacante começou 2020 também com o pé direito. Seu gol de cabeça, aos 28 do segundo tempo, garantiu a vitória por 2 a 1 e estendeu a sequência do jogador para sete gols nos últimos sete jogos pelos Dragões, incluindo todas as competições (Campeonato Português, Taça da Liga, Taça de Portugal e Liga Europa).

Standings provided by Sofascore LiveScore

Depois de 15 rodadas, a campanha do Porto é excelente na liga. Venceu 12 jogos, empatou dois e perdeu apenas um. Os 38 pontos até aqui poderiam perfeitamente ser suficientes para que estivesse na liderança, mas o Benfica fez uma primeira metade de temporada basicamente irrepreensível.

O triunfo por 1 a 0, fora de casa, contra o Vitória de Setúbal, no sábado (4), foi o 12º consecutivo dos Encarnados na Liga Portuguesa. São, ao todo, 14 vitórias e uma só derrota no campeonato em 2019/20, justamente para o Porto (0x2, no Estádio da Luz).

Seguindo de perto os atuais campeões, os Dragões precisarão manter o fôlego pelo menos até fevereiro, quando, no dia 9, voltam a enfrentar o Benfica, desta vez em seu estádio, no que deve ser um clássico capital para as pretensões de título do Porto.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo