Eliminatórias da CopaPortugal

Cristiano Ronaldo sobre Copa 2022 ser sua última: “Quem vai decidir meu futuro sou eu, mais ninguém”

Astro da seleção portuguesa, Cristiano Ronaldo, de 37 anos, é taxativo sobre as perguntas sobre aposentadoria e diz que continuará jogando se assim quiser

O atacante Cristiano Ronaldo foi taxativo em relação à sua aposentadoria da seleção e foi duro na sua resposta sobre a Copa do Mundo no Catar ser potencialmente sua última. Em coletiva de imprensa antes do jogo decisivo contra a Macedônia do Norte, valendo vaga na Copa, o jogador do Manchester United, de 37 anos, teve que responder mais uma vez sobre o assunto.

“Começo a ver que muitos de vocês fazem a mesma pergunta. Quem vai decidir meu futuro sou eu, mais ninguém. Se me apetecer jogar mais, jogo, se não me apetecer, não jogo. Quem manda sou eu, ponto final”, respondeu o capitão da seleção portuguesa.

Ronaldo comentou sobre o jogo contra a Macedônia do Norte, que será no Porto, no estádio do Dragão, e pediu o apoio dos torcedores. “Para nós também é um jogo da vida. Faço já um apelo aos portugueses. Agradeço a demonstração de apoio incondicional, o que peço amanhã é o mesmo”, disse o jogador.

Sonho de hino à capela e elogio a Pepe

Ele ainda falou sobre algo que deseja que aconteça, de forma a apoiar a seleção. “Ontem quando fui para a cama pensei: gostaria que o hino começasse, apagassem a música e cantássemos todos sem música. Tenho a certeza que se estiverem conosco como na quinta-feira, vamos ganhar o jogo”, disse o atacante.

A Itália foi derrotada pela Macedônia do Norte, o que deixou os italianos fora da Copa pela segunda vez seguida, mas isso não assusta Cristiano. “Pressão existe sempre. Estamos todos preparados, queríamos muito jogar esta final. Itália ou Macedónia? Se estão aqui é porque merecem estar. Se fizermos inferno aqui no Dragão, tenho certeza que vamos ganhar”, continuou o craque.

Ronaldo ainda comentou sobre Pepe, zagueiro e seu companheiro de 39 anos. O alagoano, naturalizado português, se tornou um dos principais jogadores da seleção lusa. “Faz parte da mobília, tem de estar sempre presente. Sou amigo dele, coincidimos no Sporting há 20 anos”, contou.

“Gosto quando ele está e como um dos capitães toda a gente o respeita, todos sabem a importância dele. O grupo não é de 20, é de 50. É uma família, todos remam para o mesmo jogo e ninguém é mais importante que ninguém. Queremos muito levar Portugal ao Mundial”.

Portugal e Macedônia do Norte se enfrentam nesta terça-feira, às 15h45, com transmissão da TNT e Estádio TNT Sports.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo