O Campeonato Italiano começou neste fim de semana, com transmissão na Band, Bandsports e que será complementada pelo SporTV nesta segunda. A Juventus, atual eneacampeão da Itália e busca um histórico decacampeonato. A estreia foi com tranquilidade, em uma vitória por 3 a 0 sobre a Sampdoria. Foi o primeiro jogo oficial de Andrea Pirlo como treinador. Na nova função, o ex-jogador comentou sobre a estreia, a preparação e até a expectativa de contratar um outro jogador de ataque.

“É importante dialogar com os jogadores, já que eu era jogador até alguns anos atrás e eu sempre gostei de conversar com os treinadores. É importante que todo mundo saiba o que quer e que pensem”, disse o agora técnico à Sky Sport Italia.

“Foi um bom primeiro tempo, uma pena que não mercamos mais do que um gol. Nosso preparo físico caiu perto do fim, mas nós nos mantivemos em forma e controlamos todas as situações, incluindo os contra-ataques da Sampdoria”, continuou Pirlo.

Uma das surpresas da escalação inicial de Pirlo foi Gianluca Frabotta, de 21 anos, que foi escalado como titular do time. “Frabotta fez um bom jogo. Alex Sandro se machucou, então eu escolhi um rapaz do time sub-23 que está trainando muito bem conosco. Eu não considerei um risco, de modo algum, o escalar”, explicou o treinador.

Outra das surpresas foi a entrada do americano Weston McKennie como titular. O jogador, de 22 anos, chegou no final de agosto ao clube. “O americano chegou depois de ter começado a pré-temporada na Alemanha, então ele estava em melhor forma que alguns outros. Ele cometeu alguns erros nos passes, mas foi o seu primeiro jogo, nós podemos perdoá-lo por isso”, analisou Pirlo.

“Levará tempo para entendermos todas as maneiras de jogarmos juntos. Eu não quero apenas copiar e colar as ideias dos outros, eu tenho minhas próprias ideias e quero adaptar dos times que me inspiraram”, afirmou ainda o treinador da Juventus. “Nós não tivemos muito tempo, já que a pré-temporada começou tarde e então eles foram para a data Fifa. Nós tivemos apenas um amistoso também, mas foi uma boa estreia e nós continuaremos trabalhando nisso”.

O sistema tático do time variou, com três zagueiros em alguns momentos, que se tornavam quatro com o time no ataque. Danilo era zagueiro quando o time não tinha a bola, com Juan Cuadrado fechando como ala, enquanto do lado esquerdo, Gianluca Fabrotta fazia função similar. Com a bola, Cuadrado estava liberado para virar um atacante, com Danilo fechando o lado direito como lateral. Fabrotta avançava menos, também fazendo a função de lateral.

“Nós tivemos quatro meio-campistas centrais que, na minha visão, jogam melhor em um meio-campo de dois jogadores. Estamos, portanto, tentando usar esse sistema, defendendo com quatro defensores, então no ataque somos mais de três somando dois”, explicou o antigo meio-campista.

Um dos pontos chaves para a temporada que está para chegar é a capacidade de descansar os jogadores. Cristiano Ronaldo, apesar de ser um veterano de 35 anos, não é muito fã de ter que ficar no banco. Como Pirlo irá lidar com isso? Ele respondeu na coletiva depois do jogo.

“Nós estamos pensamos nisso e falamos a respeito. Ele ainda não está cansado, já que apenas começamos, mas quando tivermos jogos menos importantes, nós tentaremos dar a ele um pouco de descanso. Ele é uma pessoa muito inteligente, que conhece seu corpo muito bem, então ele está ciente de quando é hora de descansar ou de jogar”, afirmou o treinador.

A Juventus ainda busca um centroavante para o elenco, depois da saída de Gonzalo Higuaín (que foi para o Inter Miami, da MLS). Diversos nomes são especulados, como Álvaro Morata, atualmente no Atlético de Madrid e que já defendeu o clube de Turim, Edin Dzeko, da Roma, e Luiz Suárez, do Barcelona, que parece ter ficado distante, porque embora tenha direito ao passaporte italiano, porque a sua esposa tem, o processo pode não ser rápido o bastante para conseguir antes do fim da janela de transferências, no dia 5 de outubro. Além disso, Paulo Dybala ainda está machucado.

“Nós iremos dar o nosso melhor. Se trata de encontrar o equilíbrio certo. Os jogadores de qualidade são sempre bem-vindos, desde que tenham as características para trazer equilíbrio ao time, mas nós queremos usar tanto talento quanto for possível”, disse Pirlo.