La LigaMundoPremier League

No duelo de estrelas de Manchester City x Real Madrid, brilharam garotos com golaços

O duelo entre Manchester City e Real Madrid teve muitas estrelas em campo, mas o resultado de 4 a 1 para os ingleses só veio quando entraram em campo os times reservas. O duelo pela International Champions Cup teve Gabriel Jesus, Agüero e as estrelas em campo, assim como o Real Madrid teve Modric, Benzema, Bale e companhia. Foi 0 a 0 no primeiro tempo.

LEIA TAMBÉM: [Vídeo] O avô dedicado e o fusquinha laranja que transformaram a carreira de Marcelo

O primeiro gol do jogo saiu quando os dois times tinham feito muitas alterações. O Manchester City aproveitou bem as bolas paradas. Aos sete minutos, Nicolás Otamendi aproveitou rebote para marcar 1 a 0. Aos 14, Sterling entrou livre pela direita e tocou no canto baixo do goleiro para marcar 2 a 0. Aos 12, John Stones – que agora veste a camisa 5, que era de Zabaleta – recebeu passe de Kevin De Bruyne e finalizou cruzado, no canto, e marcou 3 a 0.

O autor do quarto gol, um golaço, veio de Brahim Díaz, que entrou no lugar de Gabriel Jesus. O meia atacante espanhol, de 17 anos, marcou um golaço em chute de fora da área. Um chutaço que não deu a menor chance de defesa ao goleiro adversário.

O placar estava definido, mas não quer dizer que os madridistas estavam satisfeitos. Também com muitos garotos em campo, o Real Madrid já tinha mostrado que os jogadores são talentosos no jogo anterior. Agora, foi a vez de Óscar, vestindo a camisa 32, mostrar porque se destaca no time Castilla e é o camisa 10 e capitão. Acertou um chute bonito, do meio da rua, com muito efeito e que descontou para os merengues: 4 a 1.

O resultado é o menos importante em jogos como esse de pré-temporada, mas serve para tanto Pep Guardiola quanto Zinedine Zidane verem que há garotos com talento que podem ganhar espaço ao longo da temporada. Isso se os dois clubes não continuarem contratando jogadores, claro.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.