BundesligaMundoPremier League

Morata estreou pelo Chelsea, mas foi Müller pelo Bayern quem brilhou no amistoso entre as equipes

James Rodríguez é a principal contratação do Bayern de Munique até aqui na janela de transferências. O colombiano assumiu a camisa 11 que era de Douglas Costa e vem jogando os amistosos. Nesta terça-feira, ele esteve em campo contra o Chelsea, que viu a sua principal contratação estrear, Alvaro Morata. Só que o espanhol só entrou no segundo tempo. Antes disso, o Bayern tratou de abrir 3 a 0, antes de tomar dois gols e o placar final ficar em 3 a 2. O nome do jogo foi alguém que teve uma temporada abaixo da média em 2016/17: Thomas Müller.

LEIA TAMBÉM: Ainda é só a pré-temporada, mas já tem gol de voleio de Lewandowski

O alemão, que veste a camisa 25, marcou dois gols dos bávaros em jogo em Muhammad Taqi, Cingapura. O primeiro dos gols foi marcado por Rafinha, lateral direito que deve ser o titular nesta temporada após a aposentadoria de Lahm. Ele acertou um belo chute de fora da área, rasteiro, no canto do goleiro Courtois.

Depois, foi em uma ótima jogada de Ribéry pela esquerda que acabou em um cruzamento e um voleio de Müller. Por fim, em um contra-ataque rápido, Müller avançou pelo meio e tinha opção de Lewandowski, que abria, mas ele quis arriscar por si: chutou forte, no canto, e marcou 3 a 0 para o Bayern ainda no primeiro tempo.

O Chelsea entrou com um time que pode ser considerado o seu titular, com exceção de Hazard e do centroavante, que será Morata e que entrou no segundo tempo. Aliás, pouco conseguiu fazer na partida, mesmo com Antonio Conte mexendo menos no time que Carlo Ancelotti. O Chelsea ainda diminuiu o placar no primeiro tempo, com Marcos Alonso. Depois, com Michy Matshuayi, marcou o segundo já no final do jogo. O placar acabou mesmo 3 a 2 para o Bayern.

Em um time que está se reformulando, Müller precisará render muito mais para não perder seu lugar no time, ainda mais com tanta concorrência. Por isso, a pré-temporada é muito importante para o jogador recuperar o seu espaço. E os bávaros certamente contam em recuperar um dos seus jogadores que é símbolo e é tão decisivo como já foi Müller. Para o Bayern retomar os seus melhores dias, ter Müller em alta será importante.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo