O Palmeiras já conhece o seu adversário na semifinal do Mundial de Clubes. O Tigres confirmou o favoritismo e eliminou o Ulsan Hyundai, da , campeão asiático. O jogo foi bastante equilibrado e o placar refletiu isso. A por 2 a 1 do time da América do Norte veio com um placar construído ainda no primeiro tempo, com destaque para o atacante André-Pierre Gignac, principal jogador do Tigres, que marcou os dois gols.

Depois de primeiros minutos equilibrados, de algum estudo dos dois times, os asiáticos começaram a chegar um pouco mais. Foi assim nos primeiros 15 minutos da partida. Os sul-coreanos saíram na frente aos 23 minutos. Cobrança de escanteio de Yoon Bit-garam e Kim Kee-hee se antecipou na primeira trave para desviar e marcar 1 a 0.

Depois do gol, o Tigres sentiu por alguns minutos e o Ulsan chegou algumas vezes ao ataque, levando relativo perigo. Com o passar dos minutos, o Tigres equilibrou o jogo e passou a ter mais a , chegar mais ao ataque e começar a sondar o gol adversário.

Foi também em um escanteio que o Tigres conseguiu o empate. Cobrança de Rafael Carioca, desvio de cabeça de Diego Reyes e André-Pierre Gignac, livre no meio da área, marcou para empatar em 1 a 1.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, o Tigres virou o jogo. Depois de uma bola levantada na área, o zagueiro Kim Kee-hee subiu de cabeça com Gignac com o braço levantado e a bola bateu bem ali. O lance foi muito rápido e não deu para perceber na hora, mas o VAR chamou o árbitro Esteban Ostojich e ele reviu o lance para marcar pênalti. Gignac cobrou e marcou 2 a 1, no lance que fechou o primeiro tempo.

No segundo tempo, o Ulsan voltou impondo velocidade e quase empatou o jogo. Em um lançamento para dentro da área, Yoon Bit-garam deu um voleio lindo e marcou um golaço, mas o lance foi anulado por impedimento do camisa 10 no começo da jogada. Os sul-coreanos apertavam o ritmo para buscar o empate.

O Tigres tentou controlar o jogo com posse de bola com o passar dos minutos, sem forçar muito. Mesmo assim, perdeu duas chances com Raymundo Fulgencio, que isolou duas que finalizou depois de cruzamento. Quem causou problemas à defesa do time asiático no segundo tempo foi Luis Quiñones, que mostrou habilidade na ponta direita e levou perigo.

No fim, o placar de 2 a 1 construído ainda no primeiro tempo foi mantido. O Ulsan mostrou que não eram favas contadas, tentou e conseguiu dificultar, mas o Tigres segurou bem a sua vitória para garantir a passagem à semifinal.

A projeção de duelo com o Palmeiras tende a ser bem mais interessante. O time brasileiro é favorito, mas longe de ser uma diferença enorme. Os mexicanos jogaram menos do que poderiam, mas mesmo assim conseguiram ser superiores aos campeões asiáticos. Contra o Palmeiras, possivelmente precisarão fazer mais do que isso. O Palmeiras, por sua vez, também precisará mostrar algum futebol, porque o Tigres mostrou eu tem armas perigosas, especialmente o centroavante francês.