Mundial de Clubes

Bernardo Silva torce para ter o Fluminense na final do Mundial — e a escolha faz todo sentido

Bernardo Silva citou até Abel Ferreira para mostrar que conhece futebol brasileiro e que, por isso, Mundial merece uma final entre City e Fluminense

Se pudesse escolher, Bernardo Silva, meia-atacante do Manchester City, já responderia de bate e pronto quem gostaria de enfrentar na final do Mundial de Clubes: o Fluminense. Já na Arábia Saudita desde sábado (16) com todo o resto do elenco inglês, o jogador português falou à imprensa nesta segunda-feira (18) após o treino dos Citizens e comentou sobre o possível adversário em uma eventual final.

O Manchester City estreará no Mundial na terça-feira (19), quando enfrentará o Urawa Reds, do Japão, atual campeão da Champions League Asiática. Confiante de que os ingleses, favoritos ao título, estarão na final, ele também disse torcer para que seu adversário seja o Flu, time que ele disse conhecer pela final da última Libertadores, quando cariocas se sagraram campeões pela primeira vez. Também destacou que, nesta torcida, carrega um pouco da boa relação entre Brasil e Portugal.

— Eu vi a final da Libertadores. Há uma conexão especial entre Brasil e Portugal no futebol. Decididamente eu gostaria de disputar a final do Mundial contra o Fluminense porque o futebol brasileiro é especial – declarou o jogador português — afirmou Bernardo Silva durante sua entrevista.

Mundial na Dafabet »

Sem muito tempo de treino, mas também sem desculpas

O Manchester City foi o último time a chegar na Arábia Saudita para a disputa do Mundial e o que menos terá tempo de treinar. Ainda no último sábado, os Citizens jogaram pela Premier League — empate em 2 a 2 contra o Crystal Palace — para aí sim embarcarem rumo ao Oriente Médio.

A situação é, por exemplo, bem diferente da que vive o Fluminense. Campeão da Libertadores em 4 de novembro, o Tricolor das Laranjeiras jogou o último mês do Campeonato Brasileiro com seus titulares, mas sem a necessidade de jogar tão a sério, já que a classificação para a próxima Libertadores foi assegurada com o título e ser campeão brasileiro ou rebaixado eram cenários impossíveis. Desde 6 de dezembro, quando acabou o Brasileirão, o time só treina focado no Mundial.

Mas isso não é desculpa para Bernardo Silva:

— Não há tempo para cansaço. Estamos motivados para disputar o Mundial. Quase nenhum de nós ganhou esse título, assim como o clube também nunca venceu, e queremos essa conquista. Primeiro, temos que enfrentar o Urawa Red Diamonds — afirmou ele.

City ainda lida com incertezas de lesões para o Mundial

Kevin De Bruyne está ausente dos gramados desde agosto e não integrou a equipe do Manchester City no confronto em casa contra o Crystal Palace no último sábado. Apesar disso, ele está incluído na lista de jogadores que viajaram para a Arábia Saudita, juntamente com Erling Haaland, que ficou de fora dos últimos três jogos devido a uma lesão no pé.

Há suspeitas de que tanto o meio-campista belga quanto o atacante norueguês não participem da semifinal, mas possam estar em uma eventual final. Além disso, a presença de Jeremy Doku nas partidas também está em dúvida devido a uma distensão no tendão da coxa.

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo