Martin Odegaard começou sua passagem pela Real Sociedad voando baixo. Mesmo não tendo feito gol ou dado assistência na primeira partida, o empate em 1 a 1 com o Valencia na semana passada, foi bastante elogiado por sua participação influente no jogo. Desta vez, pela segunda rodada, tomou o papel de protagonista. O norueguês foi o autor do gol da vitória da Real por 1 a 0 sobre o Mallorca, fora de casa.

Mesmo abdicando da bola, o Mallorca fez jogo parelho com os bascos. Teve posse significativamente menor (34% a 66%), mas um número de finalizações idêntico (12 a 12, com quatro remates a gol para cada). Ainda que jogasse em casa, foi a maneira que encontrou de enfrentar uma equipe estabelecida na primeira divisão, tendo ele, Mallorca, subido agora para a elite por meio dos playoffs.

Na Real Sociedad, Odegaard jogou em um meio-campo de três homens, posicionado à direita. Illarramendi, pelo centro, e Merino, pela esquerda, completaram o trio. O norueguês, emprestado ao time basco pelo Real Madrid, era o mais ofensivo deles e, apesar de sua posição, avançava bastante ao ataque, por vezes ultrapassando Januzaj, ponta direita no jogo.

O garoto, que ainda tem apenas 20 anos, foi influente ao longo do duelo, sendo o segundo jogador com mais toques na bola dentre aqueles de meio pra frente na Real, ficando atrás apenas de Illarramendi – volante que, por característica, naturalmente tocaria mais na bola, sobretudo pela aproximação com a linha de defesa.

Na reta final do confronto, Odegaard coroou sua boa atuação. As 38 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio do Mallorca que parou nas mãos do goleiro Moyà, os visitantes puxaram contra-ataque rápido. No centro do campo, Odegaard, em velocidade, acionou Portu pela direita e seguiu em arrancada ao gol dos anfitriões. O camisa 7 então fez boa jogada para se livrar da marcação e tocou para o meio. Odegaard chegou com incisividade e, com dois toques na bola, dominou e bateu forte, na saída de Manolo Reina, para fazer o gol da vitória da Real.

Lançado muito cedo aos holofotes ao ser contratado pelo Real Madrid aos 16 anos de idade, Odegaard não correspondeu às expectativas exageradas (e precoces) nos primeiros anos sob contrato com os madridistas. Entretanto, começou sua volta por cima, crescendo na Eredivisie sobretudo na temporada passada, pelo Vitesse. Agora, visto mais de perto por seu clube por jogar em La Liga, parece disposto a aproveitar a oportunidade para provar que foi descartado muito cedo pela opinião pública.