Letal, o Southampton derrubou a invencibilidade do Everton com um grande triunfo em St. Mary’s

Sensação da Premier League, o Everton perdeu os 100% de aproveitamento no clássico contra o Liverpool. Já neste domingo, o Southampton foi o responsável por forçar os Toffees a colocarem de novo os pés no chão. Em St. Mary’s, o time da casa teve uma grande apresentação e conquistou uma vitória categórica, que encerrou a invencibilidade dos líderes. Os Saints abriram dois gols de vantagem ainda no primeiro tempo e a equipe de Carlo Ancelotti sequer conseguiu descontar os 2 a 0 no placar, passando parte do segundo tempo com um jogador a menos.

Exceção feita a Richarlison e Seamus Coleman, o Everton entrou em campo com seus principais nomes. E num jogo que até começou equilibrado, logo os Toffees começaram a criar as melhores oportunidades. Gylfi Sigurdsson carimbou o travessão num chute de fora da área aos 19 minutos. Parecia ser possível a vitória, até que os Saints crescessem a partir dos 20 minutos e buscassem o triunfo com dois gols seguidos. Pickford chegou até fazer uma boa defesa em batida de longe de Oriol Romeu, mas não evitou a derrota.

O primeiro tento veio aos 27 minutos. Danny Ings deu um grande passe pela direita, para que James Ward-Prowse se infiltrasse na área. O meio-campista ficou de frente para o gol e chutou cruzado, tirando do alcance de Pickford. Aproveitando o momento, o Southampton ampliou aos 35. Desta vez Danny Ings caiu pela esquerda e fez o cruzamento ao segundo pau. Che Adams teve tempo de dominar e fuzilar o goleiro, numa batida rasteira. Os Saints seguiram melhores até o intervalo, inclusive com um gol anulado, por impedimento de Che Adams na arrancada, antes do passe a Stuart Armstrong.

Na volta ao segundo tempo, o Southampton seguiu gerando mais perigo, explorando o lado esquerdo do ataque. O Everton tinha pouca organização na resposta e desta vez não conseguia aproveitar a presença de área de Dominic Calvert-Lewin. Os Toffees acabavam limitados a espasmos e nem mesmo as alterações de Ancelotti fizeram efeito. Pois a vida ficou mais difícil quando Lucas Digne recebeu o vermelho direto por uma falta por trás, matando um contragolpe puxado por Kyle Walker-Peters. James Rodríguez, sem estar 100% fisicamente, também não conseguiu preponderar. No fim, os Saints ficaram mais propensos ao terceiro, com Pickford salvando uma cabeçada de Jannik Vestergaard.

Apesar do revés, o Everton permanece na liderança da Premier League, com 13 pontos. Está à frente do Liverpool no saldo de gols. O Aston Villa, com um ponto a menos, poderá ultrapassá-los quando completar sua partida atrasada. Já o Southampton sobe à quinta colocação, com 10 pontos. A equipe não perde há quatro rodadas, com três vitórias no período.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore