BrasilLeste Europeu

Trabalhador Vagner Love leva CSKA à dobradinha na Rússia

Ganhar a liga e a Copa de um país no mesmo ano é sempre uma conquista memorável e buscada por todos os times. Vagner Love ajudou o CSKA Moscou a conquistar neste sábado a Copa da Rússia, em um jogo que ele teve que se desdobrar até como lateral esquerda, marcando. O empate no 1 a 1 com o Anzhi Makhachkala no tempo normal levou o jogo para prorrogação, mas não houve mais gols. Nos pênaltis, o CSKA venceu por 4 a 3.

Poucos times conseguiram fazer a dobradinha campeonato e Copa na Rússia. Spartak Moscou (1994, 1998), Zenit (2010) e CSKA Moscou (2005, 2006, 2013) conseguiram essa honraria. Aliás, foi a sexta Copa da Rússia de Vagner Love pelo CSKA e a sétima do clube. A única conquista sem o atacante foi em 2002. Aliás, Vagner Love conseguiu três títulos do Campeonato Russo. Antes dele, o clube só tinha conquistado uma vez a liga, em 2003. Nos tempos de União Soviética, o time conquistou a liga sete vezes, incluindo 1991, quando fez a dobradinha com a Copa da Rússia.

Vagner Love é, não por acaso, ídolo do CSKA Moscou. Entre outras coisas, pelo que fez na partida contra o Anzhi. Não se importa em se sacrificar, não tem frescura para jogar, marca muitos gols e quando precisa correr para marcar, faz isso. E na partida contra o Anzhi, aliás, fez muito bem. Em um lance na prorrogação, foi Vagner Love que veio marcando até a área, atrapalhando o adversário e impedindo que ele chutasse com perigo. Nas cobranças de pênalti, marcou o seu gol com muita categoria.

No CSKA Moscou, são 195 jogos e 93 gols, além de 43 assistências. É o terceiro maior artilheiro do clube no Campeonato Russo, com 84 gols. Está atrás apenas de Grigory Fedotov, que tem 126 gols, e Vladimir Fedotov, com 93. Com contrato até 2016 no CSKA Moscou, o atacante tem tudo para alcançar o segundo colocado nessa lista. Se cumprir o contrato até o final, é possível até assumir a liderança como maior artilheiro do time no campeonato. Serão necessários ao menos 14 gols por temporada até 2016. Longe de ser impossível.

Em um futebol que cada vez mais valoriza centroavantes fortes e altos, Vagner Love, 1,72 metro de altura, é um ídolo em um futebol muito físico e muito difícil de se adaptar. Isso mostra que é um jogador que tem que ser muito respeitado.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo