O Bayern de Munique de Niko Kovac ganhou a última Bundesliga e está novamente na briga, mas o desempenho do time, em transição de uma geração muito vitoriosa liderada por Franck Ribéry e Arjen Robben, está sob constante escrutínio da crítica alemã. Antes de enfrentar o Bochum, na próxima terça-feira, Kovac foi questionado se ele havia assistido à vitória do Liverpool sobre o Tottenham, por 2 a 1, no domingo, e afirmou que não tem os ingredientes para atuar da mesma forma que os comandados de Jürgen Klopp.

“Precisamos acomodar o que temos. Você precisa ter os tipos de jogadores. Não pode tentar andar a 200 km/h em uma estrada se pode atingir apenas 100 km/h. Você simplesmente precisa acomodar o que temos. Temos tipos diferentes de jogadores. Precisamos encontrar a mistura certa e acho que o nosso Gegenpressing (nome dado ao estilo de Klopp, de pressão e contra-pressão intensa) também é bom e, claro, pode sempre melhorar”, disse.

Kovac citou que Klopp está há quatro anos no Liverpool e que precisa de tempo. “Do que estamos falando? Sobre continuidade. Sobre tempo, que aparentemente não existe mais no futebol. Estou falando sobre o trabalho de treinador em geral, é sobre dar a cada treinador a oportunidade de se mostrar. Você tem que dar tempo às pessoas”.

O Bayern de Munique goleou o Tottenham, por 7 a 2, no começo do mês, e emendou uma derrota em casa, para o Hoffenheim, e empate contra o Augsburg, por 2 a 2. Nas últimas duas partidas, derrotou o Olympiacos, pela Champions League, e o Union Berlim, pela Bundesliga.