ItáliaSerie A

Morata fez um lindo gol, mas o Milan correu atrás do empate que merecia

A Juventus chega ao fim da quarta rodada ainda sem vitórias pela Serie A - e na zona de rebaixamento, não que isso importe muito a esta altura

Álvaro Morata arrancou do meio-campo e, cara a cara com Mike Maignan, deu uma cavadinha para abrir o placar para a Juventus, mas o Milan foi o melhor time no segundo tempo e mereceu arrancar o empate por 1 a 1 que deixa a Velha Senhora ainda sem vitórias pelo Campeonato Italiano.

Ainda há 34 rodadas pela frente, mas a Juventus chega ao fim da quarta rodada com apenas dois pontos, dentro da zona de rebaixamento, enquanto o Milan divide a liderança com a Internazionale, com 10 pontos para cada. O Napoli pode ultrapassá-los na segunda-feira quando enfrenta a Udinese – que também pode chegar a 10.

Sem Davide Calabria, machucado, Stefano Pioli escalou Fikayo Tomori pelo lado direito e formou a dupla de zaga com Simon Kjaer e Alessio Romagnoli. Sandro Tonali retornou no meio-campo ao lado de Franck Kessié, e o resto do time foi o mesmo que enfrentou o Liverpool no meio de semana, com Ante Rebic no comando de ataque. Allegri praticamente repetiu a escalação que venceu o Malmö por 3 a 0, com Chiellini no lugar de De Ligt.

A partida começou com uma bela arrancada de Brahim Díaz para o Milan, mas a Juventus logo respondeu com um rápido contra-ataque após erro de Theo Hernández no campo de ataque. Alex Sandro conectou com Dybala que lançou Morata. O atacante espanhol ganhou de Hernández na corrida e marcou com uma cavadinha na saída de Maignan.

A Juventus ainda teve outra chance com Morata, muito bem defendida por Maignan no seu canto direito. O goleiro francês, contratado para substituir Donnarumma, também caiu para espalmar a batida de fora da área de Paulo Dybala.

Se houve uma divisão entre as ações no primeiro tempo, quase com 50% de posse de bola para cada lado, o Milan passou a 63% depois do intervalo e foi mais perigoso. Conseguiu o empate com Rebic, de cabeça, em cobrança de escanteio de Tonali.

Chegando pela esquerda, o croata teve outra boa oportunidade, mas bateu por cima. A Juventus teve a chance na bola parada, quando Rabiot ajeitou para Moise Kean pegar de primeira, mas, com o caminho do gol bloqueado, ele mandou para fora.

Aos 42 minutos, apenas uma brilhante defesa de Szczesny – que não faz um bom começo de temporada – impediu o gol da vitória do Milan. Hernández deu uma brilhante arrancada da esquerda para o meio e soltou para Pierre Kalulu chegar batendo pela direita. Chiesa pressionou, e Szczesny espalmou com a ponta dos dedos para escanteio.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo