ItáliaSerie A

Banco é lugar quente

Repare bem no banco de reservas da primeira rodada do Campeonato Italiano, disputada no último fim de semana, e uma conclusão clara será possível: nunca antes tantos jovens assinaram as súmulas da competição. Entre os elencados como opções para suas equipes, houve espaço para 61 jogadores com 21 anos de idade ou menos. Mérito da ampliação permitida pela Fifa para que cada equipe possa relacionar até 12 atletas para o banco de reservas. A Itália é o primeiro país europeu a colocar a ideia em prática.

Com tantas opções, foi possível presenciarmos a entrada em campo de mais atletas sub-21 na primeira rodada — nove, contra seis na temporada passada. Mas este número deve aumentar, vale dizer. A tendência é que mais jogadores jovens acumulem importantes minutos de jogo quando suas equipes estiverem em resultados tranquilos. Único time a ter vida fácil na rodada do fim de semana, a Inter aproveitou para lançar promessas no segundo tempo.

Com a experiência de ter passado quatro anos comandando categorias de base, Andrea Stramacionni, técnico da Inter, recheou o banco de jovens atletas e colocou alguns deles no final. Coutinho teve 26 minutos de futebol, tempo suficiente para marcar um gol. O atacante Livaja atuou por nove minutos, o volante Duncan ficou em campo durante sete minutos. Parece pouco, mas qualquer toque na bola é importante para a afirmação de jovens promissores, muitas vezes excessivamente nervosos quando começam uma partida de titular. Um mínimo de experiência auxilia bastante.

Além dos atletas da Inter, ganharam espaço no segundo tempo Onazi (Lazio), Pereyra (Udinese), Soriano (Sampdoria), Quintero (Pescara), Gabbiadini (Bologna) e Belfodil (Parma). E quem sabe algum deles nem sequer estaria no banco caso apenas sete reservas estivessem disponíveis? Acostumar jovens jogadores ao ambiente de uma partida do time principal é importante para a formação de novos campeões. Diminui a pressão caso o rapaz tenha de entrar em campo daqui a algumas rodadas.

Acostumados com as pressões da torcida, os hábitos do dia do jogo, as preleções do treinador, a vivência entre profissionais, quem sabe o zagueiro Mbaye (Inter) e o armador Capezzi (Fiorentina), ambos de 17 anos, não possam desenvolver melhor seu futebol quando entrarem em campo? Por enquanto, estar no banco de reservas já é um grande passo. O futebol é um conjunto de grandes ciclos e é bom ver que, dessa vez, não será necessário excluir os mais experientes das listas de relacionados para dar chance a aqueles que pedem passagem.

Pallonetto

– Seleção Trivela da 1ª rodada: Frey (Genoa); Maggio (Napoli), Gastaldello (Sampdoria), Ogbonna (Torino), Costa (Sampdoria); Borja Valero (Fiorentina), Hamsík (Napoli), Asamoah (Juventus); Jovetic (Fiorentina), Milito (Inter), Osvaldo (Roma). Treinador: Montella (Fiorentina).

– O torcedor do Milan tem motivos para se preocupar. O time titular não tem qualidade suficiente para brigar pelo título, as opções no banco de reservas são escassas, faltam líderes em um grupo prestes a se rachar e a bruxa continua à solta: Robinho é o sétimo lesionado do clube na temporada recém-iniciada.

– Com a goleada sobre o Pescara, a Inter se credenciou de vez ao papel de antagonista de um possível bicampeonato da Juventus. Milito é o terceiro artilheiro de 2012 desde janeiro (perde só para Messi e Cristiano Ronaldo) e terá às costas dele dois entre Sneijder, Palacio, Cassano e Coutinho. Poder de fogo considerável.

– A Juventus passou pelo Parma com razoável tranquilidade, apesar do primeiro tempo em baixa rotação. Só um questionamento: se Antonio Conte está suspenso por 10 meses, deveria então poder passar instruções para seu assistente por telefone?

– A Roma versão Zdenek Zeman já começa a aparecer. Pressão, velocidade, linha alta, equipe longa… Não foi suficiente para o time da capital sair do 2 a 2, mas vale ressaltar que os dois gols do time siciliano deveriam ter sido anulados por impedimento.

– Candidata a surpresa do campeonato, a Fiorentina confirmou as expectativas e bateu a Udinese na estreia. Jovetic desequilibrou, com dois gols. Entre os recém-contratados, destaque para Borja Valero e Pizarro.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo