Itália

Policial que matou torcedor na Itália é condenado

Nesta terça, a justiça italiana anunciou a pena do policial Luigi Spaccarotella, processado pela morte de Gabriele Sandri, torcedor da Lazio, em 2007. Spaccarotella terá de cumprir seis anos de prisão.

Luigi era acusado de disparar o tiro que matou Sandri, romano de 26 anos, em novembro de 2007. Quando foi alvejado no pescoço, Gabriele estava em seu carro, numa auto-estrada, na região da cidade de Arezzo, descansando, próximo a um local onde houvera briga entre as torcidas de Juventus e Lazio. A morte provocou protestos de torcedores em todo o país, interrompendo vários jogos da rodada do Campeonato Italiano.

Enquanto os promotores alegavam que o policial atirara deliberadamente, após o fim da briga, os advogados de Luigi defendiam-no, dizendo que os tiros haviam sido dados para dispersar o conflito.

A família de Gabriele Sandri, no entanto, protestou contra a decisão final do júri, ao final do julgamento, gritando “vergonha”. A mãe do torcedor chegou a desmaiar, enquanto o pai reforçou a opinião, dizendo que a pena foi “vergonhosa” e que a família apelará. Em declarações à Sky TV, emissora italiana, pediu calma aos torcedores.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo