Inglaterra

Wenger: “O Man City não vive no mundo real”

O técnico do Arsenal Arsene Wenger acredita que o Manchester City não está vivendo no mundo real, levando em conta sua oferta de mais de € 110 milhões ao Milan por Kaká.

“Eu não vejo conexão nenhuma nisso (na oferta do Manchester City), porque nós vivemos em um clube de futebol, em um mundo real”, escreveu Wenger no site oficial do Arsenal na quinta-feira. “As implicações (do valor da transferência) causariam desequilíbrio no mercado. Tendência de inflação em um mundo em deflação”, acrescentou o francês.

O canal de TV do Milan transmitiu a notícia na quinta-feira de que o clube estava considerando oferta do City pelo brasileiro de 26 anos. “Estamos em um mundo em que recebemos três tipos renda – ingressos dos jogos, patrocinadores e dinheiro da televisão”, disse Wenger. “Esse é o mundo real do futebol. O Manchester City está em um mundo diferente porque eles não vivem de sua própria renda”.

O treinador do time inglês Mark Hughes, que trabalha para o clube mais rico do mundo depois da posse do grupo de Abu Dhabi, disse aos repórteres nesta quinta-feira que o acordo para o contrato de Kaká ainda estava em pé.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo