InglaterraPremier League

Um título sem nenhuma turbulência para o Man United

Era questão de tempo para que o Manchester United se tornasse campeão inglês pela 20ª vez em sua história. Há muito na liderança e com grande vantagem sobre o vice líder Manchester City, os Red Devils apenas aguardavam as rodadas finais para poder comemorar o título, desta vez com quatro jornadas de antecedência.

O que já era óbvio virou certeza com um resultado no mínimo imponente diante do Aston Villa, por 3 a 0 em Old Trafford, em grande atuação de Van Persie, artilheiro da Premier League com 24 gols e que deixou sua marca três vezes nas redes defendidas por Guzan.

Melhor ataque e segunda melhor defesa ao lado de Arsenal e Chelsea, o United não precisou penar muito para assumir ou manter a ponta na classificação, até que a vantagem ficou insuperável em relação ao City, grande rival no último ano.

Líder da Premier League desde a 10ª rodada, quando venceu o Arsenal por 2 a 1 em Old Trafford, a equipe de Sir Alex Ferguson tem como marca principal a regularidade. Sem oscilar em nenhum momento, cresceu bastante até tomar a liderança da competição e só saiu do posto na 12ª, retomando na jornada seguinte com uma vitória por 3 a 1 sobre o Queens Park Rangers, também no Teatro dos Sonhos.

Foram 78 gols em 34 jogos, média de 0,43 por partida. Acima de tudo, este triunfo representa a solidez e a tranquilidade do United no campeonato, sem perder a mão em nenhum momento, sem precisar correr atrás de ninguém. A caminhada foi tão tranquila que foi até difícil achar pontos decisivos até aqui, ainda restando quatro compromissos por fazer.

Excelente temporada de estreia de Van Persie, destaque da equipe, artilheiro e responsável pelo jogo do título. O holandês ainda deverá dar muitas alegrias a sua torcida no futuro.

Formações iniciais

football formations

Destaque do jogo

Van Persie, nem poderia ser outro. O holandês atuou em grande estilo, fez os três gols do United no primeiro tempo (o segundo deles uma pintura) e resolveu a partida contra o Villa. Logo aos três minutos abriu o placar e nem deu chance para uma reação. Espetacular, sem dúvida.

Momento-chave

Cruzamento de Rooney lá do meio-campo. O camisa 10 estava improvisado de volante. Meteu um passe longo e Van Persie pegou de primeira. Bola no ângulo de Guzan, um golaço, o lance do jogo e quiçá o resumo da temporada dos Red Devils.

Os gols

2/1T – GOL DO MANCHESTER UNITED!
Van Persie completa assistência de Giggs e manda para as redes, desmarcado e de cara para o gol!

13/1T – GOL DO MANCHESTER UNITED!
De novo Van Persie! O holandês capricha, pega de primeira da entrada da área e marca um golaço!

33/1T – GOL DO MANCHESTER UNITED!
Van Persie, um triplete! Com a bola nos pés, ele finta em meio a vários adversários e acerta o ângulo de Guzan no meio da área!

Ficha técnica

MANCHESTER UNITED 3X0 ASTON VILLA

Manchester United escudo Manchester United
David De Gea, Jonny Evans, Phil Jones, Rafael, Patrice Evra, Michael Carrick, Wayne Rooney (Danny Welbeck), Ryan Giggs, Shinji Kagawa, Antonio Valencia, Robin Van Persie. Técnico: Alex Ferguson
Aston Villa logo cópia Aston Villa
Brad Guzan, Nathan Baker, Ron Vlaar, Matthew Lowton, Joe Bennett (Cieran Clark), Ashley Westwood, Fabian Delph, Charles N´Zogbia (Karim El Ahmadi), Andreas Weimann, Gabriel Agbonlahor, Christian Benteke. Técnico: Paul Lambert
Local: Old Trafford, Manchester (ING)
Árbitro: Anthony Taylor (ING)
Gols: Van Persie 3/1T, 13/1T, 32/1T
Cartões amarelos: Evra, 28/1T
Cartões vermelhos: Nenhum

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo