EuropaInglaterraItália

Uefa investigará suposto caso de racismo contra Adebayor

Dentro de campo, o Tottenham sofreu uma goleada de 4 a 1 para a Internazionale no Giuseppe Meazza, na última quinta-feira. Com o gol fora de casa, os Spurs avançaram para as quartas de final da Liga Europa. E após a classificação, um grande motivo a se lamentar: Emmanuel Adebayor foi alvo de racismo por parte dos torcedores italianos em Milão.

De acordo com André Villas-Boas, treinador da equipe inglesa, as ofensas estavam bem claras no estádio. “Era bem possível ouvir os cantos, então creio que não será difícil para a Uefa tomar uma providência a respeito”, revela o português.

A entidade afirma que está averiguando comportamento racista, organização insuficiente e disparo de fogos e sinalizadores. Outros relatos de oficiais dão conta de que torcedores imitaram macacos e repassaram uma banana inflável pelas arquibancadas, hostilizando o atacante togolês do Tottenham.

Ainda segundo Villas-Boas: “É difícil para a Inter, pois é algo que já aconteceu outras vezes. Não influi muito no jogo, mas é algo que deveria ser evitado”, completa.

A diretoria dos Spurs pede medidas contra este tipo de ato, é o que Darren Eales, diretor esportivo do clube, analisa:

“Isso é terrível e não deve ter lugar no futebol. É um problema que sempre se repete. Na Inglaterra, os torcedores reconhecem que talvez estejamos num melhor lugar do que os outros países. É importante para a Uefa abrir um precedente de punições para consolidar esta força na Europa. Precisam passar um recado”, finaliza Eales.

O caso será julgado pela Uefa em 19 de abril.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo