Inglaterra

Trio que lidera Inglês enfrenta desesperados

Nos últimos tempos, a dupla de Manchester está bem estabelecida na liderança do Campeonato Inglês. E, na 24ª rodada da Premier League, Manchester United e Manchester City terão de enfrentar duas equipes seriamente ameaçadas pela possibilidade de rebaixamento. Enquanto os Red Devils recebem o Birmingham, 16º colocado, em Old Trafford, os Citizens visitam o Aston Villa, que é o 17º, primeira posição fora da zona de rebaixamento.

Liderando o campeonato pelo maior número de gols pró, o Manchester United não espera facilidades contra os Blues. Lembrando do empate por 1 a 1, no fim do ano passado, com o gol de Lee Bowyer sofrido no final da partida, o meio-campista Anderson ressaltou as qualidades do time adversário: “O jogo no St. Andrew's, no último mês, foi muito difícil, porque o campo é muito pequeno, e a superfície torna difícil passar a bola. O Old Trafford é melhor para nós, mas o Birmingham é um time decente, que sempre dificulta as coisas. Têm muitos bons jogadores – sabemos tudo sobre Ben Foster, e os atacantes, Zigic e Jerome, são difíceis de serem marcados. Eles também têm alguns meio-campistas fortes. Não será um jogo fácil, isso é certo.”

A suspensão do lateral direito Rafael, expulso contra o Tottenham, fez com que o técnico Alex Ferguson pensasse em várias alternativas para tentar repor a vaga aberta na defesa. “Ter de substituir Rafael nos deu algo a considerar, mas uma ou duas outras mudanças. Fábio poderia substitui-lo. John O'Shea e Wes Brown também jogaram pelos reservas, então, são considerados”, cogitou o técnico. Sobre a possível volta de Paul Scholes, Ferguson comentou: “Veremos o caso dele amanhã. É bom tê-lo de volta. Ele teve uma pequena pausa, e mesmo que tenha tido contusões no passado e ficado um tempo de fora, parece que está voltando em forma.”

Já em situação difícil na tabela, o Birmingham ainda terá de jogar sem o defensor Scott Dann, que perderá o resto da temporada, por ter de fazer uma cirurgia devido a um rompimento muscular. Além disso, o atacante James McFadden só voltará no mês que vem, em razão de uma lesão nos ligamentos do joelho. No ataque, Cameron Jerome deverá ser o único finalizador, enquanto Lee Bowyer ficará responsável pela armação..

Além de tudo, o atacante Kevin Philips afirmou que deverá deixar o clube, em entrevista ao site TalkSport: “Tive uma conversa com o técnico, e ele me disse que eu poderei ir, se a oferta certa chegar. É um pouco chato, mas aceito isso. Talvez, no estágio em que estou na carreira, eu precise jogar. Sempre disse isso: se a oferta certa chegar, eu definitivamente vou analisá-la.”

No Manchester City, o atacante Edin Dzeko deverá retornar à equipe, após ficar de fora do jogo contra o Leicester City, pela Copa da Inglaterra. O atacante bósnio foi elogiado pelo técnico Roberto Mancini: “Edin se acertou bem, e melhorará conforme as semanas passam. Ele chegou de outro país, e levará quatro ou cinco jogos para se acostumar ao estilo e ao ritmo da Premier League, porque ela é diferente da Bundesliga, mas acho que ele fez um bom começo contra o Wolverhampton.” Mancini também se aliviou com o fato de Mario Balotelli não precisar de operação no joelho, após sofrer uma contusão: “Mario continuará trabalhando duro, e acho que, em três ou quatro semanas, ele poderá jogar de novo, o que é uma boa notícia.”

O volante Nigel de Jong reagiu normalmente aos reforços que o Aston Villa tem trazido para melhorar a má campanha que faz no Inglês: “É bom. Para mim, não é uma questão de quem joga, mas como se joga. Você tem de vencer todo mundo, e isso não importa quando você joga ou mesmo se você pressiona o adversário. A questão é que ainda temos de conseguir três pontos.” No entanto, o jogador holandês alertou para a pressão que espera o City em Birmingham: “[Darren] Bent é uma contratação recorde, e provavelmente haverá casa cheia para vê-lo jogar a primeira partida. Para nós, entretanto, é só mais um jogo. Temos de estar 100 por cento focados e conquistarmos os três pontos. Essa tem de ser a nossa meta em cada jogo, se quisermos vencer a liga nesta temporada.”

Bem recebido pela torcida, o atacante Darren Bent já deverá estrear pelos Villans contra o City. E o técnico Gerard Houllier comemorou a empolgação que a contratação trouxe para o elenco: “Havia uma impressão de excitação e ansiedade. Ele se integrou extremamente bem, porque conhece praticamente todo o time, da seleção principal ou sub-21 e das categorias de base. Ele criou um alarido, porque todos estão felizes em vê-lo. É um cidadão legal.” Houllier ainda confirmou a presença de Bent entre os relacionados para a partida: “Definitivamente, ele estará [no jogo]. Se ele começa jogando ou não, não fizemos os últimos treinos, então veremos. Mas ele certamente contribuirá.”

O treinador francês ainda elogiou amplamente o entrosamento que o adversário está atingindo: “Parece que eles estão entrando nos eixos e marcando gols, conseguindo resultados e competindo pelo título. Isso é um grande passo, em relação ao último ano. Primeiramente, Roberto Mancini está fazendo um grande trabalho. O time parece ter melhorado desde a última temporada. O time está competindo pelo título e isso diz tudo sobre sua força. Tivemos um pesadelo quando jogamos lá, e não será o mesmo jogo.” A contratação de Dzeko também foi comentada: “Eles compraram outro atacante muito bom, que jogará. Estou certo disso. É Dzeko, que eu conheço muito bem de quando ele estava no Wolfsburg.”

O Arsenal, por sua vez, recebe outro time que sofre na briga para sair da zona de rebaixamento: o Wigan, 18º colocado, primeiro lugar a ser rebaixado. E o técnico Arsène Wenger tratou de colocar panos quentes sobre a suposta discussão entre os meias Denilson e Cesc Fàbregas, após o brasileiro falar sobre as atuações do capitão: “Outra vez, isso veio do Brasil, e não é o espírito do comentário que foi feito. Ou você tem maus tradutores na Inglaterra, ou tradutores bons com uma má intenção. Denílson e Fàbregas são dois grandes amigos, e têm muito respeito mútuo.”

Nos Latics, o atacante Franco di Santo rechaçou a hipótese do time ter medo do Arsenal: “É um jogo normal. Talvez, eles sejam um grande time para todos, mas, para nós, é outro time para tentarmos vencer.”

O Chelsea fechará a rodada na segunda-feira, enfrentando o Bolton, enquanto o Tottenham pega o Newcastle.

Confira os jogos da 24ª rodada do Campeonato Inglês

Sábado, 22/janeiro
Wolverhampton x Liverpool
Manchester United x Birmingham
Blackpool x Sunderland
Newcastle x Tottenham
Everton x West Ham
Arsenal x Wigan
Fulham x Stoke
Aston Villa x Manchester City

Domingo, 23/janeiro
Blackburn x West Bromwich

Segunda, 24/janeiro
Bolton x Chelsea

Clique aqui e confira a classificação do Campeonato Inglês

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo