InglaterraPremier League

Tottenham assegura que Bale fica. Mas assédio será grande

Gareth Bale evoluiu de maneira significativa nesta temporada. Não apenas por seu desempenho dentro de campo, com mais gols e mais atuações decisivas pelo Tottenham, mas também pelo reconhecimento fora dele. Eleito o craque da Premier League pela associação de jogadores (PFA), o galês também faturou nesta quinta o prêmio oferecido pela associação de  jornalistas (FWA). Um patamar que expõe o camisa 11 como um dos melhores jogadores do mundo na atualidade, mas que também o torna peça cobiçada no próximo mercado de transferências.

Pelo que depender do Tottenham, entretanto, Bale permanece em White Hart Lane. A torcida temia que um possível fracasso na tentativa de voltar à Liga dos Campeões significasse a venda do camisa 11, como aconteceu com Luka Modric nesta temporada. Mas André Villas-Boas revelou que ganhou a palavra da diretoria que tal situação não irá acontecer desta vez, independente do dinheiro que deixará de entrar nos cofres dos Spurs. Atualmente, o time é o quinto na PL, dois pontos atrás do Arsenal e três atrás do Chelsea.

“A informação que eu tenho do clube, erroneamente reportada na semana passada, é a de que o jogador permanece, independente da classificação para a Liga dos Campeões. Eu ficaria extremamente surpreso se ele partisse. No futebol, qualquer coisa pode acontecer. É impossível prever, mas essa segurança eu tive do clube”, declarou Villas-Boas, em coletiva de imprensa.

Obviamente, AVB tem consciência das especulações sobre Bale no mercado. De qualquer forma, confia que a permanência do galês possa melhorar ainda mais o desempenho dos Spurs: “Entendemos que os prêmios trazem mais atenção da mídia, mas o clube quer ir em frente para manter seus melhores jogadores. Com o reconhecimento e a experiência que teve neste ano, Bale será mais positivo para o Tottenham na próxima temporada”.

Mesmo que a vaga na Liga dos Campeões venha, o Tottenham precisa se planejar bastante para o assédio sobre Bale. Real Madrid e Barcelona são apontados como possíveis interessados no meia. E o fracasso na Liga dos Campeões promete que ambos atuem de forma bastante agressiva – entenda-se, ofertando muito dinheiro – na janela de transferências.

Embora Bale nunca tenha deixado em dúvidas seu compromisso com o clube, o Tottenham deveria cogitar a renovação de contrato e o consequente aumento de salário do jogador. Manter o galês com os bolsos cheios é uma ótima maneira de resistir à tentação dos gigantes espanhóis. E, se o camisa 11 continuar satisfeito em White Hart Lane, os Spurs bem sabem o que ele é capaz de fazer com a bola nos pés.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo