Premier League

Tudo igual e ninguém satisfeito: Manchester United e Leicester ficam no 1 x 1 em Old Trafford

Os visitantes foram ligeiramente melhores, mas não o bastante para sair com uma vitória que seria muito importante

O famoso empate que não é bom para nenhum dos dois deu as caras em Old Trafford, neste sábado, embora o Leicester possa ficar um pouco mais satisfeito com o ponto que conquistou fora de casa, por 1 a 1, em jogo no qual foi ligeiramente superior ao Manchester United.

O empate dá uma freada na reação das Raposas, com muitas oscilações na temporada, mas que vinha de quatro rodadas com três vitórias. O time de Brendan Rodgers tem 37 pontos em 28 rodadas, em nono lugar. Se vencer os dois jogos a menos, se aproxima um pouco de West Ham e Wolverhampton – mas não muito.

Com seu terceiro tropeço em quatro rodadas, o Manchester United vai ficando mais distante da vaga na Champions League. O Arsenal pode abrir seis pontos, com um jogo a menos, se ganhar do Crystal Palace na próxima segunda-feira.

Cristiano Ronaldo sentiu sintomas de gripe, depois de ajudar a classificar Portugal à Copa do Mundo, e se tornou desfalque para o técnico Ralf Rangnick, que também sem Edinson Cavani, lesionado, avançou Bruno Fernandes e fez o meio-campo com McTominay, Fred e Paul Pogba. Um sinal péssimo para a confiança do técnico interino no futebol de Marcus Rashford, que poderia ser uma opção para o comando de ataque.

Funcionou? Bem… não. Não tem muito que dizer sobre um primeiro tempo em que praticamente nada acontece. Harvey Barnes teve algumas chances precoces para o Leicester, ligeiramente melhor com a bola no pé. Harry Maguire ficou a alguns centímetros de alcançar um cruzamento na segunda trave, e Pogba cabeceou fraco nas mãos de Kasper Schmeichel.

A melhor (única) chance de sair um gol antes do intervalo saiu de um erro de Fofana na saída de bola. Fred interceptou e emendou para Bruno Fernandes, de contrato renovado, a cara a cara com Schmeichel. O português, ficando perigosamente famoso por perder gols feitos, tentou tocar no canto, mas o dinamarquês fez boa defesa com o pé esquerdo.

Rangnick tirou McTominay e finalmente colocou Rashford em campo, aos dez minutos da etapa final, mas o panorama da partida mudou por outro motivo. Fred puxou um contra-ataque após cobrança de escanteio do Leicester. Abriu na direita com Fernandes, que foi desarmado por Dewbusry-Hall. James Maddison recebeu pela esquerda e cruzou para Iheanacho mergulhar e cabecear cruzado para abrir o placar.

O gol botou fogo no jogo. Logo depois, o Manchester United empatou, em jogada que começou com Fred, teve outra defesa de Schmeichel em batida de Fernandes e terminou com o meia brasileiro marcando no rebote. Uma cabeçada firme de Fofana no canto não virou o segundo gol do Leicester apenas porque De Gea fez uma ótima defesa.

O Leicester chegou a fazer 2 a 1, aos 35. Iheanacho recebeu de Maddison e conseguiu fazer o trabalho de pivô, ganhando divididas contra Varane e Harry Maguire, antes de passar para o meia inglês marcar com um chute rasteiro. Mas houve falta no zagueiro francês que acabou livrando o United de uma derrota em casa que seria quase certa.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo