Premier League

Townsend explicou a imitação de Cristiano na comemoração: “Esse cara é meu ídolo, é um sinal de respeito”

Townsend aproveitou o gol contra o Manchester United para repetir a tradicional comemoração de Cristiano Ronaldo

 

O Manchester United cedeu o empate diante do Everton em Old Trafford e, mais do que o contra-ataque perfeito que rendeu o 1 a 1 no placar, chamou atenção a comemoração de Andros Townsend no gol visitante. O ponta dos Toffees resolveu imitar Cristiano Ronaldo, com o salto e o grito de braços entreabertos. A princípio, tal gesto soou um pouco como provocação. Na saída de campo, no entanto, Townsend garantiu que era uma homenagem. Revelou que CR7 é seu ídolo de infância e quis imitá-lo por isso.

“Ouça, este cara é meu ídolo. Cresci assistindo a Cristiano Ronaldo. Passei horas nos campos de treinamento tentando executar suas técnicas. Talvez eu devesse ter treinado mais a comemoração, porque não foi uma grande execução (risos). Foi um sinal de respeito a Cristiano. É uma honra estar no mesmo campo que ele”, declarou Townsend, na saída de campo.

Nascido em 2001, Townsend tinha 12 anos quando Ronaldo iniciou sua primeira passagem pelo Manchester United. Pôde acompanhar de perto o ídolo, enquanto sonhava em se tornar profissional pelo Tottenham. O próprio Cristiano Ronaldo é que não fez cara de muitos amigos, ao ver a imitação feita pelo adversário, pouco depois de sair do banco pelo United.

Além da idolatria por CR7, Townsend também ressaltou a boa relação com Rafa Benítez no Everton: “Estou trabalhando duro nos treinos, o técnico exige o melhor. Rafa Benítez tirou o melhor de mim quando eu estava no Newcastle e parece estar tirando de novo aqui no Everton. Se eu continuar trabalhando duro e ouvindo o treinador, espero seguir marcando. Estou retribuindo a fé dele, que continue assim”.

Trazido do Crystal Palace nesta temporada, Townsend vive um bom início no Everton. O ponta marcou cinco gols pelo clube e deu três assistências, em apenas nove aparições. São três tentos na Premier League, tornando-se um dos responsáveis pelo bom início dos Toffees. E, agora, com a chance de declarar a idolatria por Cristiano Ronaldo num resultado importante para seu time.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo