Depois de três tropeços seguidos na Premier League, o Tottenham parecia ter encaminhado o reencontro com a vitória diante do Wolverhampton. O gol relâmpago de Ndombele deu uma vantagem aos Spurs que a equipe de José Mourinho conseguiu manter por quase todo o duelo. No entanto, já aos 41 do segundo tempo, os Wolves buscaram o empate por 1 a 1 em jogada de bola parada, aumentando a pressão sobre os londrinos.

O jogo não poderia ter começado melhor ao Tottenham. Logo no primeiro minuto de jogo, Tanguy Ndombele abriu o placar para os Spurs. Após cobrança de escanteio, Ben Davies pegou a sobra e tocou para o francês. Da intermediária, o camisa 28 bateu forte, de primeira, no canto esquerdo de Rui Patrício para fazer 1 a 0.

O Wolverhampton foi lentamente crescendo no primeiro tempo, gradativamente tomando o controle das ações. Com uma boa movimentação ofensiva, jogando em um 3-6-1 com a bola, baseava seus ataques sobretudo a partir das participações de Podence e Adama Traoré, girando a bola em busca de espaços para finalizar, mas com dificuldades em encontrá-los.

A primeira boa chance dos Wolves chegou aos 28 minutos. Após iniciar contra-ataque, Fábio Silva apareceu na entrada da pequena área para desviar cruzamento de Semedo e bateu com força e perigo, mas à esquerda do gol. Já a partir dos 15 minutos finais da primeira etapa, os ataques dos donos da casa eram mais frequentes que os dos Spurs, mas sem verdadeiramente ameaçarem Lloris.

O domínio dos Wolves, ditando o ritmo do duelo, prosseguiu ao longo do segundo tempo, mas, mais uma vez, o Tottenham foi eficaz em manter longe o perigo. Só aos 21 minutos da etapa final a equipe de Nuno Espírito Santo chegou perto do alvo, em chute de fora da área de Rúben Neves, mas a bola passou por cima do ângulo esquerdo superior de Lloris.

Lesionado após um escorregão, o brasileiro Fernando Marçal deixou o gramado aos 30 minutos do segundo tempo, sendo substituído por um lateral esquerdo mais ofensivo, Rayan Aït-Nouri. Aos 38, o norte-americano Owen Otasowie, de apenas 19 anos, entrou no lugar de Moutinho, em uma tentativa de acrescentar algo novo ao jogo dos Lobos. Do lado dos Spurs, foram três as alterações na segunda etapa, com Bergwijn, Sissoko e Lamela entrando nos lugares de Reguilón, Ndombele e Son ao longo do segundo tempo.

Apesar das mudanças, nada se alterou de verdade na configuração do duelo inicialmente. Os Wolves, no entanto, enfim chegaram ao empate, em jogada de bola parada. Aos 41 da etapa final, Pedro Neto cobrou escanteio na primeira trave, e o zagueiro Romain Saïss se antecipou a Ben Davies e cabeceou para decretar o 1 a 1.

O empate poderia satisfazer o Wolverhampton, mas, surpreendentemente, a equipe da casa passou a jogar ainda mais avançada após o tento de Saïss. Nos minutos finais, lançou vários jogadores ao ataque e deu alguns espaços às costas de sua defesa, explorados pelo Tottenham em um par de lançamentos de contra-ataque para corridas de Harry Kane. No entanto, os Spurs não conseguiram tirar proveito dessas lacunas para tomar a frente no marcador novamente. Os Wolves, por sua vez, tiveram uma última oportunidade de ouro de conseguir a virada, aos 51 minutos, quando Rúben Neves cruzou por cima de Dier para Fábio Silva. O jovem atacante português, no entanto, cabeceou em cima de Lloris.

O empate deixou o Tottenham na quinta colocação, com 27 pontos, cinco a menos que o líder Liverpool e um a menos que o Manchester United, quarto colocado com um jogo a menos. Os Wolves, que haviam momentaneamente perdido a 11ª colocação após a vitória do Leeds sobre o Burnley, retomam a posição.

Depois de viver um grande início de Premier League, com sequência invicta de dez jogos em 11 rodadas, vitórias sobre Manchester City e Arsenal e goleada histórica por 6 a 1 sobre o Manchester United em pleno Old Trafford, chegando a liderar a competição, o Tottenham agora precisa lidar com um momento inverso. Já são quatro partidas sem vencer no Inglês. Mesmo com os tropeços de concorrentes pelas primeiras posições nesta rodada, como United, Leicester, Liverpool e Chelsea, jejuns de vitórias como esse atual costumam cobrar caro lá na frente.

Classements proposés par SofaScore LiveScore