Premier League

Tem simulação ridícula na Europa também, cortesia de Alexis Sánchez

As simulações ridículas de jogadores brasileiros – e até técnicos, não é mesmo, Antônio Carlos Zago? – foram um tema bastante discutido esta semana, depois de atuações dignas do Framboesa de Ouro de jogadores como Mina, do Palmeiras, e Romero, do Corinthians. É uma prática mais difundida aqui do que em outros lugares, mas não se restringe ao Brasil, como Alexis Sánchez fez questão de provar, nesta quarta-feira, na vitória do Arsenal por 1 a 0 sobre o Leicester, pela Premier League.

LEIA MAIS: Arsenal vence a batalha de 120 minutos contra o City e volta à decisão da Copa da Inglaterra

Nos acréscimos do segundo tempo, com o placar já aberto, Christian Fuchs cobrou um lateral com tudo em cima de Sánchez. O austríaco não foi o esportista mais nobre da face da terra também e merecia levar um cartão amarelo. Mas a bola bateu no ombro de Sánchez, e o chileno, após um delay de alguns segundos, caiu no chão com as mãos no rosto, como se tivesse sido acertado no nariz. Levou amarelo.

Após a vitória, Sánchez publicou em seu Twitter uma foto do seu lábio inchado, mas, segundo Arsène Wenger, o machucado foi resultado de uma dividida com Robert Huth, e não do entrevero com Fuchs.

 

Em campo, o Arsenal sofreu para ganhar seu terceiro jogo em quatro rodadas da Premier League. Ficou o tempo inteiro em cima do Leicester, mais preocupado em se defender, e exigiu algumas defesas de Kasper Schmeichel. A quatro minutos do fim, Nacho Monreal chutou, a bola desviou em Huth e entrou, mantendo os Gooners vivos na briga por vaga na próxima Champions League.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo