O seguiu firme em sua arrancada com mais uma exibição defensiva quase perfeita diante do e uma vitória que o coloca (ainda mais) entre os grandes times da história da Inglaterra. Ao ganhar por 2 a 0, emendou o 13º triunfo seguido por todas as competições, maior sequência de uma equipe da Premier League desde o Arsenal em 2002.

Com dois jogos de Copa da Liga e mais dois da Copa da Inglaterra entre nove vitórias pelo , o último duelo que não terminou com o City por cima foi o empate por 1 a 1 sobre o West Brom, em 15 de de dezembro. O City de 2017 divide o recorde de triunfos consecutivos pela Premier League (18) com o Liverpool de 2019/20.

O que mais chama a atenção na sequência é consistência defensiva. Sofreu apenas três gols nessas 13 partidas. Pela liga, foi vazado apenas uma vez em nove jogos – um gol de Callum Hudson-Odoi pelo , nos acréscimos, já vencendo por 3 a 0. Foi assim novamente contra o Burnley, limitado a apenas duas finalizações, ambas para fora.

O City havia feito cinco gols em quatro dos sete duelos anteriores contra o Burnley, e parecia que aplicaria mais uma sacolada quando Gabriel Jesus abriu o placar, aos quatro minutos da partida. Bernardo Silva recebeu pela esquerda, bateu para defesa de Nick Pope, e o brasileiro conferiu no rebote. No final do primeiro tempo, Gündogan cruzou rasteiro da direita para Sterling ampliar.

Houve mais de uma chance clara para o City chegar a mais uma goleada no segundo tempo. Gündogan mandou de fora da área, bem perto do ângulo de Pope, e Sterling saiu cara a cara com o goleiro inglês, que conseguiu fazer a defesa. Pope também precisou sair do gol na hora certa para tirar o cruzamento de Mahrez da cabeça de Sterling, e o relógio ainda não marcava nem dez minutos da etapa final.

Os detalhes acabaram mantendo o placar mais baixo do que poderia ser. Mahrez completou a ótima jogada coletiva do City e o passe de Jesus na boca do gol, mas estava levemente impedido, segundo as linhas do assistente de vídeo. Depois, Gündogan deixou com Jesus, que errou o chute e depois ficou pedindo pênalti de Tarkowski. O replay mostrou que o brasileiro havia levado um toque por baixo, mas o VAR acabou não interferindo dessa vez.

O City tem 47 pontos em 21 jogos, contra 44 do vice-líder Manchester United – mas em 22 rodadas.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.