Premier League

Podence vem crescendo como substituto de Diogo Jota e fez seu primeiro gol nesta Premier League

O Wolverhampton não contratou ninguém para suprir a venda de um dos seus principais atacantes ao Liverpool. Decidiu tentar resolver a parada internamente. Desde a saída de Diogo Jota, quem vem crescendo como o principal escudeiro de Raúl Jiménez é o português Daniel Podence, meia-atacante de 1,65 metros que chegou do Olympiacos em janeiro e fez, nesta sexta-feira, seu primeiro gol nesta temporada na vitória por 2 a 0 sobre o Crystal Palace.

Podence foi principalmente um reserva nos primeiros meses na Inglaterra. Agora, sem Jota, começou jogando em seis das sete rodadas da Premier League. Ele não tem as mesmas características. Não é tão forte, ou bom no jogo aéreo (claro), mas compensa com mais velocidade e habilidade. Como Nuno Espírito Santo tem sempre escalado seu time com dois meias, ele fecha o trio de ataque com o compatriota Pedro Neto – quase todo mundo é compatriota no Wolverhampton de Nuno e Jorge Mendes.

O meia-atacante português, um dos destaques do Olympiacos na fase de grupos da Champions League na temporada passada, havia dado duas assistências nas duas primeiras rodadas, contra Sheffield United e Manchester City, contra o qual foi a arma mais perigosa do Wolverhampton, mas ainda não havia colocado a bola na rede.

Conseguiu fazê-lo contra o Crystal Palace, que tem o hábito de complicar a vida de times mais fortes, especialmente fora de casa, mas até agora o fez apenas contra o Manchester United. Rayan Aït Nouri abriu o placar com um chute cruzado em sua estreia pelo Wolverhampton, aos 18 minutos. Logo depois, Jiménez recebeu com liberdade, abriu para Pedro Neto, que cruzou a área para encontrar Podence livre na segunda trave.

O Crystal Palace ficou mais com a bola no segundo tempo tentando voltar ao jogo, sem sucesso, ainda mais depois da expulsão de Luka Milivojevic, aos 41 minutos do segundo tempo. O Wolverhampton, com um jogo a mais que o restante da tabela, subiu ao terceiro lugar, com os mesmos 13 pontos dos líderes Everton e Liverpool. O Palace, com dez, está no meio da tabela.

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo