Premier League
Tendência

Pep Guardiola não descarta presença de Haaland no Manchester City para jogo contra o Liverpool

Haaland está machucado, mas Guardiola se recusa a descartar o jogador para a partida, dizendo que ele será avaliado no fim do dia; duelo é importante na disputa pelo título

Um dos grandes jogos deste fim de semana, e o maior na Inglaterra, é o duelo entre Manchester City e Liverpool, que acontece neste sábado, 8h30 (horário de Brasília), no Estádio Etihad. O atacante Erling Haaland, de 22 anos, está machucado e é dúvida para a partida. Artilheiro da Premier League com 28 gols em 26 jogos. O norueguês foi inclusive cortado dos jogos da seleção do seu país e passou esse tempo tratando a lesão.

“Veremos hoje e, no fim, os médicos e especialmente o jogador irão decidir como ele se sente. Falei com ele e ele se sente bem. Veremos o que acontece”, afirmou Guardiola. “A vida é arriscada nesses estágios. Você tem que assumir isso e marcamos muitos gols nesta temporada, ele marcou uma quantidade incrível de gols”.

“No passado, sempre marcamos muitos gols. Desde que estamos aqui e tive esse sentimento com Roberto Mancini e (Manuel) Pellegrini, era um time que marcava muitos gols na temporada com diferentes jogadores, diferentes centroavantes, diferentes estilos de jogos, eles marcaram muitos gols. Isso é o que eu tento fazer antes do fim da temporada”.

Guardiola foi perguntado, então, se ele mudaria a tática do time para acomodar a ausência de Haaland. “Não, porque o futebol é a qualidade dos jogadores. Quando você joga com os jogadores típicos que você precisa, a tática é a habilidade de cada jogador. Haaland tem suas habilidades, Julian (Alvarez) tem suas próprias habilidades, ele nos dá uma coisa, então outra, se você jogar com um falso nove, você tem outra habilidade. Depende”.

“Vimos a maioria dos jogadores voltarem ontem (quinta) da parada internacional, não pudemos fazer muito, hoje tivemos um pouco. Veremos hoje a última avaliação e iremos decidir”, continuou o treinador.

O Manchester City pode reduzir a diferença para o Arsenal se vencer o Liverpool, em um jogo difícil. O Arsenal joga contra o Leeds também no sábado, mais tarde. Apesar do rival na disputa do título ser o Arsenal, Guardiola admitiu que o Liverpool segue um rival forte do City.

“Nos conhecemos há muito tempo, os mesmos técnicos por muitos anos. É mais um jogo. Eles continuam um time excepcional. Minha opinião não muda por uma temporada de altos e baixos. Todo clube durante uma temporada pode ter esses altos e baixos. Nada muda. Agora, o nosso maior rival é outro nesta temporada, mas no futuro, eles sempre serão um grande rival”, disse o técnico do Manchester City.

“Em um jogo, eles podem vencer qualquer um, nós podemos vencer qualquer um. A questão é ser consistente e o Liverpool sempre foi. Esta temporada não, eu não sei a razão, já que não estou lá, e honestamente não me importo. Você precisa perguntar ao meu colega”.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo