Premier League

O West Ham investe alto em Scamacca e faz uma aposta interessante para o comando de seu ataque

Scamacca vem de uma ótima temporada com o Sassuolo e tem características para deslanchar na Premier League

Gianluca Scamacca integra a extensa lista de talentos que estouraram com a camisa do Sassuolo nos últimos anos. O centroavante rodou bastante para quem tem apenas 23 anos, mas viveu seu ápice com os neroverdi na temporada passada. Foram 16 gols pela Serie A, que garantiram seu destaque no time e renderam também as primeiras convocações à seleção italiana. Já na próxima temporada, o atacante terá sua primeira experiência na Premier League. O West Ham resolveu desembolsar uma pequena fortuna e pagará €36 milhões para contar com o matador. Uma aposta alta num jogador com excelente estatura e bom repertório.

“Estou muito empolgado para me juntar ao West Ham. Esperei muito por esse momento – será um sonho jogar na Premier League. Sinto que o West Ham é o time perfeito para mim. Eles mostraram que realmente me queriam e, quando falei com o técnico, nos entendemos de imediato. Mal posso esperar para jogar e mostrar aos torcedores o que fosso fazer com a camisa do West Ham. Espero que criemos uma relação de amor”, disse Scamacca, em sua chegada.

Já o técnico David Moyes complementou: “Há algum tempo estamos procurando adicionar mais força às nossas opções ofensivas, então estamos muito satisfeitos em conseguir a contratação de Gianluca. Ele vem muito bem recomendado – e estamos ansiosos por trabalhar com ele. É um jovem centroavante com um futuro realmente brilhante pela frente”.

Nascido na capital italiana, Scamacca passou pelas categorias de base da Lazio e da Roma durante a adolescência. No entanto, o garoto chamava atenção e buscou uma oportunidade no PSV. Foram dois anos em Eindhoven, jogando pelo sub-17 e pelo sub-19, mas sem estrear com os profissionais. O retorno à Itália aconteceu em 2017, aos 18 anos, para defender o Sassuolo. Destaque nos times de base, o centroavante logo conseguiu suas primeiras aparições com a equipe principal dos neroverdi.

Scamacca rodaria por empréstimos durante os anos seguintes, sem emplacar. Teve passagens pela Cremonese e pelo PEC Zwolle, em que não marcou muitos gols. Todavia, as características tornavam o jovem uma promessa rara e ele também justificava seu moral nas seleções de base. Disputou o Europeu Sub-17 por duas vezes com a Itália, enquanto se destacou no Europeu Sub-19 de 2018, quando a Azzurra terminou vice-campeã. Ainda teria um Mundial Sub-20 no currículo em 2019. Estava claro como tinha margem para amadurecer.

Um sinal positivo para Scamacca como profissional veio no Ascoli, emprestado para a Serie B de 2019/20. O centroavante finalmente teve uma sequência de gols e terminou a segundona com nove tentos. Na temporada seguinte, uma nova chance viria na Serie A, com o empréstimo ao Genoa. Apesar dos problemas do time, ele terminou o Campeonato Italiano com oito gols e pegou embalo na reta final. Para ajudar, voltou a acumular convocações com a seleção italiana rumo ao Campeonato Europeu Sub-21. Era hora de, enfim, o Sassuolo aproveitar o talento que tinha à disposição.

O desempenho de Scamacca na Serie A de 2021/22 foi excelente. O centroavante ainda levou um tempo para se firmar como titular e encadear seus gols, mas terminou o primeiro turno com tentos decisivos diante de Milan e Napoli. Foi quando sua confiança aumentou e os gols se tornariam mais frequentes na metade final. Também marcaria numa vitória contra a Internazionale. O protagonismo em jogos de peso deixou seu nome mais evidente, o que facilitou as convocações para a seleção. Com 79 partidas e 36 gols pela Azzurra na base, Scamacca ganhou seu primeiro chamado no nível principal em setembro de 2021. Participou das Eliminatórias e ganhou mais minutos na Liga das Nações, embora persiga seu primeiro tento.

Scamacca chama muita atenção pelo porte físico, com 1,95 m de estatura. O centroavante, ainda assim, possui aceleração e qualidade na finalização. Não à toa, marcou tantos gols de fora da área quanto de cabeça. Até de falta anotou. A joia da coroa ficou para o voleio diante do Verona. Se mantiver o ritmo exibido na temporada passada, poderá fazer estrago na Premier League. Entretanto, não é uma amostragem tão grande assim, até pelo preço pago pelo West Ham.

O West Ham conta com Michail Antonio para o comando de seu ataque, mas o jamaicano pode ser deslocado para outras posições. Scamacca deve ser o homem de referência durante os próximos meses, talvez se combinando com o veterano. Tende a se encaixar bem no estilo de jogo de David Moyes e também tem características favoráveis para a Premier League. Os Hammers ainda dividirão atenções com a Conference League, que oferecerá ao italiano sua primeira oportunidade nas competições europeias.

Scamacca é o quarto reforço do West Ham na atual janela de transferências. O clube já gastou €91 milhões. Os londrinos também pagaram caro para reforçar a defesa com Nayef Aguerd, bom zagueiro do Rennes. Flynn Downes veio do Swansea como uma aposta para o meio-campo, enquanto Alphonse Aréola acabou contratado em definitivo para o gol. Entre as saídas, a mais significativa é a aposentadoria do ídolo Mark Noble, enquanto Andriy Yarmolenko e Ryan Fredericks não ficaram. São compras pontuais, mas que indicam os Hammers ainda mais fortes em relação à ascensão das últimas temporadas.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo