Premier League

O Manchester City confia no potencial de Julián Álvarez e confirma a chegada do artilheiro para 2022/23

No dia em que completou 22 anos, Álvarez acertou sua transferência para o City, mas ficará no River Plate até o meio do ano

O Manchester City cogitou a contratação estelar de um centroavante nesta temporada, para preencher a lacuna deixada por Sergio Agüero. Porém, a frustração no mercado não gerou necessariamente um problema no desempenho geral da equipe, que tem se virado muito bem com os nomes à disposição. E, no momento, os Citizens antecipam os passos para priorizar o futuro. Conforme alinhado ao longo das últimas semanas, os celestes ganham uma das melhores promessas da posição com a contratação de Julián Álvarez. O jovem fez um Campeonato Argentino espetacular com o River Plate e passou a frequentar as convocações de sua seleção. No dia em que completa 22 anos, assina com o City por €17 milhões. O camisa 9 ainda permanecerá emprestado aos millonarios até o final da temporada europeia, mudando-se à Inglaterra no meio do ano.

Sem conseguir fechar com Harry Kane ou Cristiano Ronaldo no início da temporada, o Manchester City se virou muito bem na ausência de um centroavante tão marcante como Agüero. Gabriel Jesus seria a reposição imediata, e fez boas partidas nesta temporada na função, mas Pep Guardiola tem aproveitado o brasileiro também muitas vezes na ponta. A rotação no comando do ataque tem sido constante e diferentes jogadores passaram por ali durante os últimos meses – incluindo Kevin de Bruyne, Phil Foden, Jack Grealish, Riyad Mahrez e Bernardo Silva. E se a urgência dos Citizens não parece tão grande quanto muitos pensavam, melhor seguir com calma e aproveitar a oportunidade de mercado que pintou com Álvarez.

Levado pelo River Plate ainda nas categorias de base, em 2015, Álvarez se aprimorou bastante com o clube nos últimos anos. O atacante era visto como uma boa promessa nas mãos de Marcelo Gallardo, mas o treinador teve paciência ao lançá-lo e as aparições ao longo de 2019 seriam pontuais. Em 2020, o garoto se destacou um pouco mais graças ao seu desempenho na Copa Libertadores, quando participou bastante da fase de grupos e marcou cinco gols numa sequência de quatro jogos – três deles contra o São Paulo. Neste momento, ainda era usado mais como ponta direita ou mesmo como meia, embora cumprisse também a função de centroavante.

A eclosão de Julián Álvarez como goleador aconteceu no último Campeonato Argentino. O jovem ganhou sequência no comando de ataque e mostrou como suas virtudes se encaixavam muito bem na posição. A precisão nos arremates sempre foi uma característica marcante do camisa 9, assim como sua boa movimentação. Passou a aproveitar isso para atacar os espaços e se posicionar com muita inteligência. O resultado se viu com os frequentes gols. Álvarez terminou a Superliga com incríveis 18 tentos e sete assistências em 21 partidas. Carregou os millonarios em momentos importantes da campanha e possibilitou o título que faltava na galeria de troféus de Gallardo. Não à toa, foi considerado um dos melhores jogadores do continente em 2021.

Tais predicados de Álvarez naturalmente chamam atenção do Manchester City e de Pep Guardiola. Se o treinador prioriza a movimentação e a inteligência em suas escolhas no comando de ataque, em vez de buscar necessariamente um homem de referência, o argentino parece muito apto para cumprir a missão. Além disso, é capaz de aparecer em outras faixas de campo e outras posições. Traz como adicional ainda sua capacidade nas conclusões, que certamente fará a diferença em relação a outras opções usadas. A vinda de Álvarez pode até mesmo auxiliar Gabriel Jesus, que prefere por jogar pelos lados e escaparia de cobranças. Enquanto isso, o brasileiro também tende a ajudar na transição do argentino a partir do futebol sul-americano, num processo parecido com o que viveu após deixar o Palmeiras.

O diretor de futebol Txiki Begiristain comentou o acerto: “Julián é um jogador que monitoramos há algum tempo. Ele é capaz de atuar em várias funções de ataque e acreditamos firmemente que é um dos melhores jogadores jovens na América do Sul. Estou muito feliz por termos conseguido trazê-lo para o Manchester City. Realmente acredito que podemos garantir a ele as condições certas para atingir seu potencial e se tornar um jogador de ponta”.

O Manchester City, de qualquer forma, não pretende apressar a transição de Álvarez. Será importante para o centroavante continuar trabalhando com o River Plate nos próximos meses, com mais uma edição de Libertadores no currículo. Também ganha experiência com a seleção argentina, e certamente Lionel Messi terá algumas dicas sobre trabalhar com Pep Guardiola. Quando chegar em agosto, inclusive, pode até ser que os Citizens já tenham acertado com um medalhão para a mesma posição. Mas a compra do argentino é um investimento natural para o médio prazo, até por um preço que não parece tão exorbitante, considerando as atuais cifras do mercado.

De certa maneira, Álvarez poderá emular Agüero. Ainda tem muito a aprimorar em relação à capacidade de decisão e ao senso de posicionamento, mas suas qualidades o colocam diretamente como um herdeiro daquele que pode ser considerado o maior ídolo da história do Manchester City. Há um fardo, claro, mas existe também um reconhecimento por aquilo que o camisa 9 exibe pelo River Plate. Depois de Gallardo, terá outro grande professor para tentar se estabelecer como um atacante de primeira grandeza na Europa.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo