Premier League

O Everton arrancou uma virada espetacular contra o Burnley e fechou a rodada no G-4 da Premier League

Num jogo difícil dentro do Goodison Park, o Everton precisou de seis minutos para anotar seus três gols

O bom início do Everton na última Premier League não significou tanto ao clube durante o fim da temporada. Porém, mais uma vez os Toffees começam a liga nacional entre os primeiros colocados. A transição de Carlo Ancelotti para Rafa Benítez não pesa tanto no Goodison Park e a equipe termina a quarta rodada no G-4, como um dos únicos quatro clubes com dez pontos conquistados até o momento. Não seria uma vitória simples contra o Burnley, entretanto. Os visitantes abriram o placar em Liverpool, até que os azuis buscassem a virada por 3 a 1. E um golaço de Andros Townsend abrilhantou o triunfo.

O primeiro tempo seria complicado ao Everton. O Burnley foi superior durante os 45 minutos iniciais e poderia muito bem ter construído a vantagem, com boas chances desperdiçadas por Chris Wood e Josh Brownhill. Os Toffees, por outro lado, não se acertavam na defesa e viam Richarlison muito isolado no ataque. Nick Pope chegaria a fazer uma excelente defesa contra Abdoulaye Doucouré e Demarai Gray bateu para fora em jogada iniciada por um passe absurdo de Richarlison, mas era apenas uma reação dos anfitriões antes do intervalo. Uma noite difícil que piorou no início do segundo tempo, com o primeiro gol dos Clarets. Johánn Gudmundsson cruzou e Ben Mee apareceu na área para definir de cabeça.

O chacoalhão do Everton pelo menos não demorou. Aos 15 minutos, Andros Townsend cruzou da direita e Michael Keane conferiu de cabeça, após subir à área para um escanteio anterior. Diante do empate, Rafa Benítez reforçou seu meio-campo com mais um homem e a mudança tática surtiu efeito. A virada instantânea seria cortesia de Townsend, cinco minutos depois. E foi um gol espetacular do ponta, que fintou a marcação e mandou um chutaço de fora da área, na gaveta de Pope.

Com o Burnley nas cordas, o ataque seguinte daria o terceiro tento ao Everton. Num contragolpe, Doucouré achou um lindo passe para Demarai Gray arrancar e definir diante do goleiro. E nem assim os Toffees pareciam satisfeitos, com um gol anulado na sequência e outras boas chances de ampliar a goleada. Os Clarets também tiveram um gol cancelado pela arbitragem, mas não esboçaram uma reação concreta. Daquelas partidas que inflam o ânimo de qualquer equipe, e os azuis dão motivos para isso por sua colocação na tabela.

O Everton soma dez pontos – assim como Manchester United, Chelsea e Liverpool. Todavia, a equipe de Rafa Benítez possui o pior saldo de gols dentre os quatro. Cabe dizer, entretanto, que o ataque dos Toffees é o terceiro melhor da liga até o momento – com dez gols, só abaixo de United e City. O Burnley, por outro lado, possui apenas um ponto e ocupa a zona de rebaixamento.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo