Premier League

Numa tarde intransponível dos goleiros, Chelsea empata com Leeds e olha no retrovisor do G-4

Leeds United e Chelsea prometiam um bom jogo para a abertura da rodada da Premier League, em Elland Road. A partida, de fato, teve momentos mais intensos, mas acabou devendo os gols. As duas equipes não saíram do empate por 0 a 0, ainda que as duas traves tenham balançado e os goleiros também tenham trabalhado muito. Pior aos Blues, que freiam um pouco a boa sequência recente, mesmo mantendo a invencibilidade sob as ordens de Thomas Tuchel. A equipe precisa olhar no retrovisor, com a concorrência se aproximando do G-4.

Os primeiros minutos indicavam uma partida animada. O Chelsea teve uma boa chegada com Kai Havertz travada, enquanto o Leeds responderia num tento anulado de Tyler Roberts. Já aos dez minutos, num lance bizarro dos Whites, Luke Ayling carimbou Diego Llorente e a bola quase encobriu o goleiro Ilan Meslier, batendo no travessão. Do outro lado, Roberts responderia pouco depois, num chute desviado que Édouard Mendy tocou com a pontinha dos dedos e mandou também no travessão.

Após a insanidade nos 15 primeiros minutos, o jogo cairia de ritmo na sequência. Com amplo domínio da posse, o Chelsea conseguia criar mais chances, mas sem finalizar tanto assim. Os maiores perigos vinham em cobranças de escanteio, até que Mason Mount exigisse uma boa defesa de Ilan Meslier aos 39, num chute de longe. O goleiro voltaria a aparecer pouco antes do intervalo, com outra intervenção vital diante de Havertz.

O segundo tempo não mudou muito de cena, com a partida sob o controle do Chelsea. Meslier rebateria um chute à queima-roupa de Havertz, que poderia fazer melhor de frente para o gol. Porém, Mendy também precisou aparecer para negar o gol de Rafinha aos dez, numa defesa difícil em seu contrapé. De qualquer maneira, a pressão maior era azul e Meslier barraria Christian Pulisic do outro lado. Precisando bem mais da vitória, Tuchel mandaria Timo Werner e Reece James a campo aos 23 minutos, na tentativa de melhorar o jogo pelas pontas. Mas não veria tanto efeito.

Apesar do abafa, o Chelsea não conseguiu tirar o zero do placar. E o goleiro Meslier faria a diferença, voltando a preponderar. O arqueiro do Leeds pegaria uma bomba de Antonio Rüdiger do meio da rua. Os Whites teriam seu momento numa sequência de escanteios, quando Mendy agarrou uma cabeçada de Rodrigo. Mesmo assim, os Blues é que precisavam se arriscar e sitiavam o campo de ataque, mas não conseguiram mesmo passar por Meslier. Na última boa tentativa, o goleiro parou Callum Hudson-Odoi. No fim, os londrinos ainda tentaram forçar no jogo aéreo, sem sucesso.

O Chelsea fica com a quarta posição ameaçada para a rodada. Chega aos 51 pontos e pode ser igualado pelo West Ham, que ainda tem uma partida a menos. Everton e Tottenham são outros atrás que podem virtualmente ultrapassar os Blues, por terem duas partidas a fazer. Já o Leeds é o 11° colocado, com 36 pontos, confortável o suficiente para se manter na primeira colocação.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo