Premier League

Nottingham Forest lutou, mas dois gols de Kane e passe de trivela de Richarlison deram vitória ao Tottenham

Kane fez os dois gols do Tottenham no City Ground, casa do Forest, e o segundo com uma assistência maravilhosa de Richarlison de trivela

O Tottenham continua muito bem na Premier Leaguie e venceu mais uma ao bater o Nottingham Forest neste domingo por 2 a 0. Jogando em casa, no City Ground, o Forest fez um jogo valente, mas não conseguiu segurar um Tottenham mais bem preparado e mais capaz de aproveitar chances. E olha que o goleiro Dean Henderson fez tudo para impedir que os Spurs saíssem de campo com a vitória.

A principal diferença entre os dois times foi Harry Kane. O atacante marcou dois gols, além de ter perdido um pênalti, que acabou não fazendo falta. Ele marcou no primeiro e no seguindo tempo para selar a vitória dos visitantes. Mais eficiente, o Tottenham de Antonio Conte segue como uma das principais equipes deste início de Premier League.

O jogo teve uma boa dose de equilíbrio. O Nottingham Forest dividiu a posse de bola e teve número similar de finalizações, 18 para o Tottenham, 17 para o Forest. Pesou a eficiência: os Spurs acertaram sete chutes no alvo e marcaram dois gols. O Forest só acertou um chute no alvo em todo o jogo e, mais do que esses números frios, teve poucas chances de gol para realmente marcar.

O primeiro gol do Tottenham veio aos cinco minutos de jogo, sem dar muito tempo para o Forest se achar em campo. Dejan Kulusevski carregou a bola pelo meio, vindo do centro para a esquerda, e tocou para Kane na direita. O atacante dominou e bateu rasteiro, no canto, cruzado, e marcou 1 a 0.

No começo do segundo tempo, o placar poderia ter sido ampliado em um pênalti. Kane foi o responsável pela cobrança, mas Dean Henderson fez a defesa e levou o City Ground à loucura. Uma grande defesa do goleiro emprestado pelo Manchester United.

O segundo gol viria apenas no fim do jogo. O atacante Richarlison entrou no lugar de Heung-min Son e foi dele que saiu o passe para o gol. A jogada começa em um contra-ataque que Ryan Sessegnon puxa pela esquerda e fica em dúvida para fazer o passe para Kane. Quando faz, a bola é cortada. Richarlison vai atrás, recupera a bola em um jogo de corpo e, de trivela, faz o passe da esquerda para o meio e encontra Kane livre para dar um peixinho e marcar. A posição do jogador foi questionado pelo Forest, mas o VAR checou e a posição era legal.

Mesmo com os 2 a 0, o Forest seguiu tentando ao menos marcar um gol até o final. Morgan Gibbs-White foi um dos jogadores mais ativos em campo e conseguiu fazer uma boa partida, assim como o zagueiro Joe Worrall, o melhor da linha defensiva dos mandantes. Dean Henderson também foi bem, evitando o que poderia ser um placar maior. No Tottenham, a defesa do time foi segura, especialmente por mais uma boa atuação do meio-campista Pierre-Emile Hojbjerg.

Com 10 pontos, o Tottenham vai bem neste começo de temporada, com 10 pontos em quatro jogos, sendo três vitórias e um empate. O Forest só tem quatro pontos em quatro jogos.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo