Emprestado ao Arsenal pelo Real Madrid até o fim desta temporada, Dani Ceballos não vive o melhor de seus momentos no clube inglês. Hoje apenas reserva, enquanto vê a dupla de meio-campistas centrais Xhaka e Elneny como titulares, o espanhol perdeu relevância no conjunto Gunner, mas isso não o impede de ainda sonhar alto em sua carreira. Seu objetivo? Voltar ao Real e ser importante no clube da capital espanhola.

Em entrevista à rádio Cadena Ser, Ceballos deixou claro que não deseja estender sua passagem pelo Arsenal. O meia chegou ao clube para a temporada 2019/20 e viu Martin Odegaard, em teoria um concorrente por um lugar nos merengues, retornar ao Real Madrid em 2020/21 depois de seu empréstimo para a Real Sociedad. O meia não quer passar uma terceira temporada longe do Santiago Bernabéu e espera conquistar seu espaço já em 2021/22.

“Um terceiro ano em empréstimo? Não, meu objetivo é retornar para o Real Madrid e ser importante no melhor clube do mundo”, contou o jogador ao programa El Laguero.

“Acredito que um dia eu irei retornar e poderei retribuir o carinho que os torcedores me mostraram. Por várias razões, não deixei o clube da melhor maneira”, afirmou Ceballos.

O jogador possivelmente se refere a seu relacionamento com Zidane. Na primeira passagem do francês no comando do clube, Ceballos não teve muitos minutos em campo e chegou a dizer, à época da saída do treinador no verão de 2018, que teria deixado o Real se Zidane permanecesse. Agora, seu posicionamento mudou – ainda bem para ele, já que Zizou vive sua segunda passagem pelos merengues.

“A chegada do Zidane foi uma grande notícia para o Real Madrid. Acho que não há técnico melhor para o Madrid do que ele”, afirmou Ceballos.

Tópico quente em Madri nas últimas semanas, a continuidade de Sergio Ramos no clube também foi abordada pelo meia emprestado ao Arsenal. O zagueiro tem contrato apenas até o fim desta temporada e, no momento, segue em negociação por uma possível renovação. Revelando ter conversado com Ramos, Ceballos acredita que o ídolo merengue continuará no clube para além da atual campanha.

“Conversei com o Ramos hoje e, se tivesse que apostar, diria que ele irá renovar com o Real Madrid. Acho que ele quer terminar sua carreira lá.”

Dani Ceballos, ele próprio, tem contrato com o Real até 2023, tendo assinado em 2017 após boa passagem pelo Betis. À época de sua chegada à capital espanhola, o meia era uma grande promessa do futebol local que já produzia com frequência. Desde então, seu progresso tem sido lento ou inexistente, mas, com apenas 24 anos, ainda lhe sobra tempo para dar a volta por cima.