Premier League

Manchester City tem tarde desastrosa e é derrotado em casa pelo Crystal Palace

City levou gol no começo, teve Laporte expulso antes do intervalo e foi punido no fim, após uma produção ofensiva muito fraca

O novo Crystal Palace de Patrick Vieira retomou uma das principais características do time do seu antecessor, Roy Hodgson, e puniu a tarde desastrosa do Manchester City no Etihad Stadium. Com gol nos primeiros minutos, um jogador expulso dos donos da casa antes do intervalo e um contra-ataque nos minutos finais, os londrinos venceram por 2 a 0.

Foi apenas a segunda vitória do Palace sobre o City nos últimos 15 jogos, mas, como o time de Hodgson, conseguiu incomodar um dos gigantes da Inglaterra com misturando um bom sistema defensivo com eficiência nos contra-ataques, geralmente liderados por Wilfried Zaha. O único desfalque de Pep Guardiola para a partida era Ferrán Torres. Com time quase completo, o City teve uma das suas piores apresentações na temporada.

E digamos que Aymeric Laporte já teve dias melhores. Ele se complicou na saída de bola, logo aos cinco minutos, e permitiu que Zaha interceptasse. Connor Gallagher ficou com a sobra e acionou o marfinense, que invadiu a área antes de bater cruzado com perna esquerda. Um gol cedo do Crystal Palace apenas intensificou a dinâmica esperada: o City ficou com a posse de bola durante 73% do primeiro tempo.

Mas criar foi um suplício. A única finalização no alvo foi uma batida de esquerda de Rodri, na sobra de escanteio, em cima de Guaitá, que encaixou sem problema. E a segundos do intervalo, Laporte foi expulso. Zaha girou para avançar em liberdade após uma escorada de cabeça e foi derrubado pelo zagueiro. O árbitro considerou que era uma oportunidade clara e manifesta de gol e mostrou o cartão vermelho sem hesitar.

O City pareceu um pouco mais contundente no começo do segundo tempo. Rodri teve outra oportunidade de dentro da área, mas mandou de primeira por cima. Jesus recebeu em velocidade pela direita e girou batendo, para boa defesa de Guaitá. Aos 15 minutos, o brasileiro apareceu na segunda trave para completar a ótima jogada de Phil Foden, mas o gol foi anulado por impedimento.

O Palace também havia tido um gol anulado por impedimento, de Zaha, e exigiu boa defesa de Ederson com um chute firme de Connor Gallagher. Aos 43 minutos, Zaha recebeu em contra-ataque, abriu à esquerda, segurou, segurou e segurou, tocou na segunda trave para Michael Olise, que devolveu com um tapa para Gallagher marcar o segundo.

O segundo tempo do City foi condicionado pela expulsão de Laporte e naturalmente foi abaixo do que o normal, mas o primeiro já havia tido uma produção ofensiva muito fraca. O tropeço deixa o atual campeão inglês em terceiro lugar, a cinco pontos do líder Chelsea. O Palace, em 13º lugar, ainda não conseguiu uma sequência regular de resultados, mas tem feito boas apresentações. Como a deste sábado.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo